Fechar
Publicidade

Quinta-Feira, 12 de Dezembro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Internacional

internacional@dgabc.com.br | 4435-8301

Blair e líder da oposição se enfrentam no Parlamento britânico


Da AFP

06/04/2005 | 12:03


O primeiro-ministro britânico Tony Blair e Michael Howard, o líder dos conservadores, principal partido de oposição, se enfrentaram nesta quarta-feira no Parlamento, no dia seguinte ao anúncio das eleições gerais para 5 de maio na Grã-Bretanha.

O premiê britânico, que lidera o partido trabalhista desde 1994 e que o levou ao poder em 1997 depois de mais de uma década na oposição, alertou que se os conservadores voltarem ao poder, perigam a estabilidade da economia e milhares de postos de trabalho.

"A mesma equipe que os britânicos tiraram do governo em 1997 vai voltar", afirmou o dirigente trabalhista, que aspira conseguir um terceiro mandato consecutivo para seu partido. Por sua parte, Howard acusou o chefe de governo trabalhista de "oito anos de promessas em vão".

As pesquisas publicadas pelos jornais, a poucas horas do anúncio convocando as eleições, assinalam que a próxima votação será muito acirrada. Segundo o Times (conservador), The Guardian e The Independent (esquerda), os trabalhistas têm uma vantagem de dois a três pontos sobre os ‘tories’ (como são chamados os conservadores), mas este grupo está reduzindo a margem de diferença.

Segundo o Financial Times, os conservadores têm cinco pontos de diferença e poderão obter a vitória.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Blair e líder da oposição se enfrentam no Parlamento britânico

Da AFP

06/04/2005 | 12:03


O primeiro-ministro britânico Tony Blair e Michael Howard, o líder dos conservadores, principal partido de oposição, se enfrentaram nesta quarta-feira no Parlamento, no dia seguinte ao anúncio das eleições gerais para 5 de maio na Grã-Bretanha.

O premiê britânico, que lidera o partido trabalhista desde 1994 e que o levou ao poder em 1997 depois de mais de uma década na oposição, alertou que se os conservadores voltarem ao poder, perigam a estabilidade da economia e milhares de postos de trabalho.

"A mesma equipe que os britânicos tiraram do governo em 1997 vai voltar", afirmou o dirigente trabalhista, que aspira conseguir um terceiro mandato consecutivo para seu partido. Por sua parte, Howard acusou o chefe de governo trabalhista de "oito anos de promessas em vão".

As pesquisas publicadas pelos jornais, a poucas horas do anúncio convocando as eleições, assinalam que a próxima votação será muito acirrada. Segundo o Times (conservador), The Guardian e The Independent (esquerda), os trabalhistas têm uma vantagem de dois a três pontos sobre os ‘tories’ (como são chamados os conservadores), mas este grupo está reduzindo a margem de diferença.

Segundo o Financial Times, os conservadores têm cinco pontos de diferença e poderão obter a vitória.

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;