Fechar
Publicidade

Sábado, 7 de Dezembro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Esportes

esportes@dgabc.com.br | 4435-8384

Jorginho aponta fator emocional para jogos ruins do Netuno da A-2


Anderson Fattori
Do Diário do Grande ABC

25/01/2018 | 07:00


A vitória por 2 a 1 sobre o Batatais, terça-feira, pela terceira rodada da Série A-2 do Paulista, aliviou o peso das costas do Água Santa, mas outra partida abaixo do esperado contra rival que atuou com um a menos, desde os 11 minutos de jogo, desagradou o técnico Jorginho.

Na avaliação do comandante o problema está no emocional. “Nosso time está nervoso, não começou bem a competição, apesar de não estar jogando mal. Estamos sem objetividade. Temos de chegar com mais gente na área, bloquear melhor a segunda bola... Não estão faltando dedicação e vontade, isso tem demais, mas precisa ter a cabeça no lugar”, disse.

Outro assunto que tira o sono do técnico são os desfalques. “Estamos sofrendo com as lesões, isso prejudica para que você possa ter equipe bem treinada e que saiba o que o outro pode fazer”, lamentou ele, que deve promover as estreias do lateral-direito Guilherme Andrade e do zagueiro Gabriel Limeira amanhã, contra o Guarani, em Campinas.  



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Jorginho aponta fator emocional para jogos ruins do Netuno da A-2

Anderson Fattori
Do Diário do Grande ABC

25/01/2018 | 07:00


A vitória por 2 a 1 sobre o Batatais, terça-feira, pela terceira rodada da Série A-2 do Paulista, aliviou o peso das costas do Água Santa, mas outra partida abaixo do esperado contra rival que atuou com um a menos, desde os 11 minutos de jogo, desagradou o técnico Jorginho.

Na avaliação do comandante o problema está no emocional. “Nosso time está nervoso, não começou bem a competição, apesar de não estar jogando mal. Estamos sem objetividade. Temos de chegar com mais gente na área, bloquear melhor a segunda bola... Não estão faltando dedicação e vontade, isso tem demais, mas precisa ter a cabeça no lugar”, disse.

Outro assunto que tira o sono do técnico são os desfalques. “Estamos sofrendo com as lesões, isso prejudica para que você possa ter equipe bem treinada e que saiba o que o outro pode fazer”, lamentou ele, que deve promover as estreias do lateral-direito Guilherme Andrade e do zagueiro Gabriel Limeira amanhã, contra o Guarani, em Campinas.  

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;