Fechar
Publicidade

Quarta-Feira, 26 de Fevereiro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Setecidades

setecidades@dgabc.com.br | 4435-8319

Em comunicado, Metodista diz que crise impôs cortes e alterações


Da Redação

20/12/2017 | 07:00


 Depois de quase duas semanas, a Universidade Metodista quebrou o silêncio e, por meio de comunicado, tentou justificar os cortes e mudanças que vêm sendo realizados nos três campi de São Bernardo. Assinado pelo reitor Paulo Borges Campos Júnior, o documento destaca que a crise econômica brasileira impôs as “adequações necessárias e inadiáveis”.

A demissão de pelo menos 50 professores é resultado de “novos critérios de atribuição de aulas e atividades acadêmicas definidos para 2018”. As alterações, segundo o reitor, foram aprovadas pelo conselho universitário.

Além de garantir a continuidade de todos os trabalhos em andamento, a nota diz que a Metodista visa a abertura de novos cursos e parcerias internacionais. “As ações empreendidas visam ao fortalecimento institucional, à manutenção de estrutura acadêmica viva, ágil e focada em agenda que priorize não apenas o ensino qualificado, mas a pesquisa e a extensão”.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Em comunicado, Metodista diz que crise impôs cortes e alterações

Da Redação

20/12/2017 | 07:00


 Depois de quase duas semanas, a Universidade Metodista quebrou o silêncio e, por meio de comunicado, tentou justificar os cortes e mudanças que vêm sendo realizados nos três campi de São Bernardo. Assinado pelo reitor Paulo Borges Campos Júnior, o documento destaca que a crise econômica brasileira impôs as “adequações necessárias e inadiáveis”.

A demissão de pelo menos 50 professores é resultado de “novos critérios de atribuição de aulas e atividades acadêmicas definidos para 2018”. As alterações, segundo o reitor, foram aprovadas pelo conselho universitário.

Além de garantir a continuidade de todos os trabalhos em andamento, a nota diz que a Metodista visa a abertura de novos cursos e parcerias internacionais. “As ações empreendidas visam ao fortalecimento institucional, à manutenção de estrutura acadêmica viva, ágil e focada em agenda que priorize não apenas o ensino qualificado, mas a pesquisa e a extensão”.

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;