Fechar
Publicidade

Quinta-Feira, 12 de Dezembro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Setecidades

setecidades@dgabc.com.br | 4435-8319

Região registra dia mais frio do ano, com 8°C de temperatura

André Henriques/DGABC  Diário do Grande ABC - Notícias e informações do Grande ABC: Santo André, São Bernardo, São Caetano, Diadema, Mauá, Ribeirão Pires e Rio Grande da Serra

Variação da mínima fica entre 9°C e 13°C até sábado


Matheus Angioletto
Especial para o Diário

19/07/2017 | 07:00


A previsão do tempo se confirmou e os termômetros despencaram ontem. Ao acordar pela manhã, os habitantes do Grande ABC se assustaram com a baixa temperatura causada por frente fria que começou a chegar à região na noite de segunda. A menor temperatura do ano foi registrada entre o fim da tarde e o início da noite de ontem, com 8°C. Para os próximos dias, a temperatura deve subir gradativamente e a nebulosidade, diminuir. A variação da mínima fica entre 9°C e 13°C até sábado, cuja temperatura pode chegar a 26°C, explica o meteorologista do Inmet (Instituto Nacional de Meteorologia) Ernesto Alvin.

Ainda segundo ele, a entrada de frente fria é comum neste período do ano a partir da massa de ar mais intensa e continental, que ao se deslocar provocou a diminuição brusca da temperatura. Na faixa leste do Estado, os chuviscos intermitentes devem aparecer apenas hoje e não voltam mais durante a semana.

Para a estudante de Comunicação e moradora de São Bernardo Thamiris Galhardo, 21 anos, acordar com o frio foi uma tarefa árdua. Na última semana, devido às mudanças bruscas ela teve de ir ao hospital.“Como tenho propensão a sinusites, tento sempre me manter quente e protegida para não pegar um resfriado que irá desencadear a sinusite aguda que sempre sofro. Por conta desse vai e volta do frio, não tem organismo que aguente”, relata.

O analista de processos Pedro Cerioni Tognato, 21, considera que enfrentar a mudança repentina foi complicado. “Como tenho rinite alérgica, logo de manhã já atacou. Fora o choque térmico de manhã e a exposição ao frio ao esperar o ônibus no ponto”, lamenta o morador de São Bernardo.

O cozinheiro e morador de Santo André Guilherme Viana, 20, contou que apesar de não ter problema respiratório, está desde segunda-feira com dores na garganta. “Aqui em casa estava garoando, então, ficou mais complicado”, aponta.

Tanto o El Niño quanto a La Niña – fenômenos de aquecimento das águas do Pacífico – não têm influência sobre as mudanças. A massa de ar polar veio do continente e, por isso, a temperatura caiu. O índice de umidade chegou a 45% no início da semana e até o fim de semana deve cair para 25%.

Na quinta-feira a mínima deve ser de 10°C, já na sexta-feira os termômetros registram mínima de 11°C e máxima de 23°C. No sábado, a temperatura mínima deve ser de 13°C e a máxima pode atingir 26°C. “É um pouco mais agradável, mas mesmo assim são valores baixos”, relata Alvin. 



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Região registra dia mais frio do ano, com 8°C de temperatura

Variação da mínima fica entre 9°C e 13°C até sábado

Matheus Angioletto
Especial para o Diário

19/07/2017 | 07:00


A previsão do tempo se confirmou e os termômetros despencaram ontem. Ao acordar pela manhã, os habitantes do Grande ABC se assustaram com a baixa temperatura causada por frente fria que começou a chegar à região na noite de segunda. A menor temperatura do ano foi registrada entre o fim da tarde e o início da noite de ontem, com 8°C. Para os próximos dias, a temperatura deve subir gradativamente e a nebulosidade, diminuir. A variação da mínima fica entre 9°C e 13°C até sábado, cuja temperatura pode chegar a 26°C, explica o meteorologista do Inmet (Instituto Nacional de Meteorologia) Ernesto Alvin.

Ainda segundo ele, a entrada de frente fria é comum neste período do ano a partir da massa de ar mais intensa e continental, que ao se deslocar provocou a diminuição brusca da temperatura. Na faixa leste do Estado, os chuviscos intermitentes devem aparecer apenas hoje e não voltam mais durante a semana.

Para a estudante de Comunicação e moradora de São Bernardo Thamiris Galhardo, 21 anos, acordar com o frio foi uma tarefa árdua. Na última semana, devido às mudanças bruscas ela teve de ir ao hospital.“Como tenho propensão a sinusites, tento sempre me manter quente e protegida para não pegar um resfriado que irá desencadear a sinusite aguda que sempre sofro. Por conta desse vai e volta do frio, não tem organismo que aguente”, relata.

O analista de processos Pedro Cerioni Tognato, 21, considera que enfrentar a mudança repentina foi complicado. “Como tenho rinite alérgica, logo de manhã já atacou. Fora o choque térmico de manhã e a exposição ao frio ao esperar o ônibus no ponto”, lamenta o morador de São Bernardo.

O cozinheiro e morador de Santo André Guilherme Viana, 20, contou que apesar de não ter problema respiratório, está desde segunda-feira com dores na garganta. “Aqui em casa estava garoando, então, ficou mais complicado”, aponta.

Tanto o El Niño quanto a La Niña – fenômenos de aquecimento das águas do Pacífico – não têm influência sobre as mudanças. A massa de ar polar veio do continente e, por isso, a temperatura caiu. O índice de umidade chegou a 45% no início da semana e até o fim de semana deve cair para 25%.

Na quinta-feira a mínima deve ser de 10°C, já na sexta-feira os termômetros registram mínima de 11°C e máxima de 23°C. No sábado, a temperatura mínima deve ser de 13°C e a máxima pode atingir 26°C. “É um pouco mais agradável, mas mesmo assim são valores baixos”, relata Alvin. 

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;