Fechar
Publicidade

Domingo, 20 de Outubro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Economia

soraiapedrozo@dgabc.com.br | 4435-8057

Congresso SAE debate tecnologia veicular


Priscila Dal Poggetto
Do Diário do Grande ABC

29/11/2007 | 07:04


Buscar meios para reduzir custos de produção e o impacto ambiental dos veículos é o desafio que o setor automotivo terá no ano que vem, de acordo com os participantes do Congresso SAE (Sociedade de Engenheiros da Mobilidade) Brasil, que se encerra nesta sexta-feira.

“Fizemos uma grande colaboração com o sistema flex. Agora, o tema de grande importância em questão será a sustentabilidade”, afirmou o presidente da SAE Brasil, Vilmar Fistarol, quarta-feira, durante a abertura do evento.

Para o vice-presidente de desenvolvimento e tecnologia do produto da Volkswagen, Holger Westendorf, a indústria precisa melhorar o aproveitamento da energia gerada no veículo, diminuir os efeitos negativos de artigos de luxo, como o ar-condicionado, e substituir materiais, como a utilização de magnésio na construção de caixas de câmbio.

O presidente da Iveco (divisão de caminhões da Fiat), Marco Mazzu, acredita na aplicação da eletrônica para colaborar com o aumento da segurança e do conforto. Na questão ambiental, Mazzu afirma que o processo produtivo será aprimorado com a diminuição da utilização de chumbo, mercúrio, cádmio etc.

Na opinião do presidente da Ford do Brasil, Marcos de Oliveira, a utilização de fibras naturais, como o sisal, é peça chave na estratégia de melhoria dos produtos. “É uma tecnologia sustentável, com menor dependência do petróleo”, explica Oliveira, sobre as vantagens ambiental e econômica.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Congresso SAE debate tecnologia veicular

Priscila Dal Poggetto
Do Diário do Grande ABC

29/11/2007 | 07:04


Buscar meios para reduzir custos de produção e o impacto ambiental dos veículos é o desafio que o setor automotivo terá no ano que vem, de acordo com os participantes do Congresso SAE (Sociedade de Engenheiros da Mobilidade) Brasil, que se encerra nesta sexta-feira.

“Fizemos uma grande colaboração com o sistema flex. Agora, o tema de grande importância em questão será a sustentabilidade”, afirmou o presidente da SAE Brasil, Vilmar Fistarol, quarta-feira, durante a abertura do evento.

Para o vice-presidente de desenvolvimento e tecnologia do produto da Volkswagen, Holger Westendorf, a indústria precisa melhorar o aproveitamento da energia gerada no veículo, diminuir os efeitos negativos de artigos de luxo, como o ar-condicionado, e substituir materiais, como a utilização de magnésio na construção de caixas de câmbio.

O presidente da Iveco (divisão de caminhões da Fiat), Marco Mazzu, acredita na aplicação da eletrônica para colaborar com o aumento da segurança e do conforto. Na questão ambiental, Mazzu afirma que o processo produtivo será aprimorado com a diminuição da utilização de chumbo, mercúrio, cádmio etc.

Na opinião do presidente da Ford do Brasil, Marcos de Oliveira, a utilização de fibras naturais, como o sisal, é peça chave na estratégia de melhoria dos produtos. “É uma tecnologia sustentável, com menor dependência do petróleo”, explica Oliveira, sobre as vantagens ambiental e econômica.

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;