Fechar
Publicidade

Sábado, 16 de Novembro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Esportes

esportes@dgabc.com.br | 4435-8384

Rosberg esbanja simpatia em coletiva pré-Interlagos

Piloto alemão surpreende ao entender o Português; ele pode conquistar título se vencer no domingo


Dérek Bittencourt
Do Diário do Grande ABC

10/11/2016 | 07:00


Nico Rosberg surpreendeu os jornalistas ontem, durante coletiva pré-Grande Prêmio do Brasil. Isso porque o piloto alemão dispensou o tradutor na maioria das perguntas em Português – apenas tirou uma dúvida ou outra –, esbanjou carisma e, acima de tudo, mostrou estar focado na conquista do título domingo, em Interlagos.

O competidor da Mercedes explicou que o fato de entender espanhol e italiano facilita a compreensão da língua brasileira. Porém, preferiu não arriscar palavras, a não ser um “bom dia”. Em inglês bastante claro, Rosberg falou de família, da rivalidade com Lewis Hamilton e, sobretudo, demonstrou toda a confiança em pela primeira vez ser campeão mundial de Fórmula 1 – para isso, basta vencer o GP brasileiro.

“Estou muito animado com essa briga pelo campeonato. Participei dessa luta nos últimos dois anos. Não fico pensando em cálculos. Tenho minha abordagem mental, fico concentrado e vou fazer de tudo para ganhar. Depois veremos no que deu”, destacou. “Não sinto pressão além do normal. Gosto muito dessa sensação e vou tentar ganhar. Estou bem animado e tenho boas chances”, disse ele, que soma 349 pontos, contra 330 de Hamilton.

Daniil Kvyat e Carlos Sainz Júnior batem bola na Arena Corinthians

Pilotos da Toro Rosso, Daniil Kvyat e Carlos Sainz Júnior participaram ontem de evento de patrocinador comum entre escuderia e o Corinthians. E parte da ação previa bate-bola na Arena alvinegra, onde o russo e o espanhol puderam calçar chuteiras e cobrar pênaltis.

Em papo com os jornalistas, ambos disseram ser fãs de Ayrton Senna, apesar de terem nascido justamente em 1994, ano da morte do ex-piloto brasileiro. “Foi uma referência, não apenas no automobilismo, mas para todos os esportes. Todos o conhecem”, declarou o espanhol Sainz Júnior.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Rosberg esbanja simpatia em coletiva pré-Interlagos

Piloto alemão surpreende ao entender o Português; ele pode conquistar título se vencer no domingo

Dérek Bittencourt
Do Diário do Grande ABC

10/11/2016 | 07:00


Nico Rosberg surpreendeu os jornalistas ontem, durante coletiva pré-Grande Prêmio do Brasil. Isso porque o piloto alemão dispensou o tradutor na maioria das perguntas em Português – apenas tirou uma dúvida ou outra –, esbanjou carisma e, acima de tudo, mostrou estar focado na conquista do título domingo, em Interlagos.

O competidor da Mercedes explicou que o fato de entender espanhol e italiano facilita a compreensão da língua brasileira. Porém, preferiu não arriscar palavras, a não ser um “bom dia”. Em inglês bastante claro, Rosberg falou de família, da rivalidade com Lewis Hamilton e, sobretudo, demonstrou toda a confiança em pela primeira vez ser campeão mundial de Fórmula 1 – para isso, basta vencer o GP brasileiro.

“Estou muito animado com essa briga pelo campeonato. Participei dessa luta nos últimos dois anos. Não fico pensando em cálculos. Tenho minha abordagem mental, fico concentrado e vou fazer de tudo para ganhar. Depois veremos no que deu”, destacou. “Não sinto pressão além do normal. Gosto muito dessa sensação e vou tentar ganhar. Estou bem animado e tenho boas chances”, disse ele, que soma 349 pontos, contra 330 de Hamilton.

Daniil Kvyat e Carlos Sainz Júnior batem bola na Arena Corinthians

Pilotos da Toro Rosso, Daniil Kvyat e Carlos Sainz Júnior participaram ontem de evento de patrocinador comum entre escuderia e o Corinthians. E parte da ação previa bate-bola na Arena alvinegra, onde o russo e o espanhol puderam calçar chuteiras e cobrar pênaltis.

Em papo com os jornalistas, ambos disseram ser fãs de Ayrton Senna, apesar de terem nascido justamente em 1994, ano da morte do ex-piloto brasileiro. “Foi uma referência, não apenas no automobilismo, mas para todos os esportes. Todos o conhecem”, declarou o espanhol Sainz Júnior.

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;