Fechar
Publicidade

Segunda-Feira, 14 de Outubro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Nacional

nacional@dgabc.com.br | 4435-8301

Aeronáutica forma 80 novos controladores de vôo em São Paulo


Do Diário OnLine
Com Agência Brasil

03/11/2006 | 18:27


Além da contratação de 60 novos controladores de vôo, 80 novos profissionais militares deverão começar a atuar no final deste mês. Há ainda a expectativa de publicação, na segunda-feira, do edital do concurso público que viabilizará a contratação de outros 64 controladores de vôo civis.

O Comando da Aeronáutica informou que os 80 novos controladores passaram por um curso de dois anos de duração e estão se formando na EEAR (Escola de Especialistas da Aeronáutica), localizada em Guaratinguetá (SP). Eles poderão atuar em aeroportos de grande movimento e nos quatro Cindactas (Centros Integrados de Defesa e Controle do Tráfego Aéreo) do país. A maior carência de profissionais ocorre no Cindacta em Brasília, segundo a Aeronáutica.

A Medida Provisória 329 teve aplicação imediata: 11 controladores da reserva já foram convocados e passam por um curso de atualização, antes de voltarem à ativa. A duração do curso, de acordo com o Comando da Aeronáutica, é determinada em função do tempo de afastamento e do conhecimento prévio da localidade em que os controladores trabalharão. A maioria dos convocados aposentou-se recentemente.

Já em relação ao concurso que deverá ser autorizado na segunda, os aprovados levarão mais tempo para começar a trabalhar. Além do período necessário para a elaboração e realização do concurso, eles terão de passar por um curso com nove meses de duração.

Medidas - Entre as medidas para conter a crise nos aeroportos brasileiros, a Aeronáutica convocou ontem 149 controladores militares. Todos os controladores de Brasília permanecerão em alojamentos no Cindacta, com um médico e quatro psicólogos à disposição, até que seja montada uma escala de plantões que garanta a volta a normalidade nos aeroportos. Devem ser escalados 30 controladores por dia, dez por turno.

Também foram remanejados sete controladores de outros centros e estão sendo preparados outros 11 profissionais da reserva que voltarão à ativa neste período de emergência.

Atualmente, o país conta com 2.115 controladores de vôo militares e 493 civis.


Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Aeronáutica forma 80 novos controladores de vôo em São Paulo

Do Diário OnLine
Com Agência Brasil

03/11/2006 | 18:27


Além da contratação de 60 novos controladores de vôo, 80 novos profissionais militares deverão começar a atuar no final deste mês. Há ainda a expectativa de publicação, na segunda-feira, do edital do concurso público que viabilizará a contratação de outros 64 controladores de vôo civis.

O Comando da Aeronáutica informou que os 80 novos controladores passaram por um curso de dois anos de duração e estão se formando na EEAR (Escola de Especialistas da Aeronáutica), localizada em Guaratinguetá (SP). Eles poderão atuar em aeroportos de grande movimento e nos quatro Cindactas (Centros Integrados de Defesa e Controle do Tráfego Aéreo) do país. A maior carência de profissionais ocorre no Cindacta em Brasília, segundo a Aeronáutica.

A Medida Provisória 329 teve aplicação imediata: 11 controladores da reserva já foram convocados e passam por um curso de atualização, antes de voltarem à ativa. A duração do curso, de acordo com o Comando da Aeronáutica, é determinada em função do tempo de afastamento e do conhecimento prévio da localidade em que os controladores trabalharão. A maioria dos convocados aposentou-se recentemente.

Já em relação ao concurso que deverá ser autorizado na segunda, os aprovados levarão mais tempo para começar a trabalhar. Além do período necessário para a elaboração e realização do concurso, eles terão de passar por um curso com nove meses de duração.

Medidas - Entre as medidas para conter a crise nos aeroportos brasileiros, a Aeronáutica convocou ontem 149 controladores militares. Todos os controladores de Brasília permanecerão em alojamentos no Cindacta, com um médico e quatro psicólogos à disposição, até que seja montada uma escala de plantões que garanta a volta a normalidade nos aeroportos. Devem ser escalados 30 controladores por dia, dez por turno.

Também foram remanejados sete controladores de outros centros e estão sendo preparados outros 11 profissionais da reserva que voltarão à ativa neste período de emergência.

Atualmente, o país conta com 2.115 controladores de vôo militares e 493 civis.

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;