Fechar
Publicidade

Sexta-Feira, 18 de Outubro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Economia

soraiapedrozo@dgabc.com.br | 4435-8057

Construção civil lidera as contratações em S.Paulo


Leone Farias
Do Diário do Grande ABC

29/11/2007 | 07:10


O setor da construção civil deu uma das principais contribuições para a queda do desemprego em toda a Região Metropolitana de São Paulo. A ocupação no segmento cresceu em outubro 15% em relação ao mesmo mês do ano passado e 10% frente a setembro.

A construção já registrava há alguns meses grande nível de atividade e, agora, houve uma reação mais expressiva também no indicador de emprego, explica o gerente de análises do Seade, Alexandre Loloyan.

Os dados refletem o fato de que ao longo do ano houve um grande número de lançamentos imobiliários e agora muitos empreendimentos começam a entrar na fase de obras, segundo a diretora regional do SindusCon (Sindicato da Indústria da Construção Civil) no Grande ABC, Rosana Carnevalli.

Outras atividades - Em relação a setembro, houve ampliação significativa também nos serviços domésticos (com alta de 5,6%), nas indústrias alimentícias (15,5%), gráficas (5,1%) e químicas e de borracha (4,1%) e nos ramos de serviços (1,6%).

A área de serviços (que abrange educação, saúde e serviços creditícios, oficinas mecânicas, entre outros), em quantidade de vagas, foi o que mais cresceu, com a abertura de 73 mil postos de trabalho.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Construção civil lidera as contratações em S.Paulo

Leone Farias
Do Diário do Grande ABC

29/11/2007 | 07:10


O setor da construção civil deu uma das principais contribuições para a queda do desemprego em toda a Região Metropolitana de São Paulo. A ocupação no segmento cresceu em outubro 15% em relação ao mesmo mês do ano passado e 10% frente a setembro.

A construção já registrava há alguns meses grande nível de atividade e, agora, houve uma reação mais expressiva também no indicador de emprego, explica o gerente de análises do Seade, Alexandre Loloyan.

Os dados refletem o fato de que ao longo do ano houve um grande número de lançamentos imobiliários e agora muitos empreendimentos começam a entrar na fase de obras, segundo a diretora regional do SindusCon (Sindicato da Indústria da Construção Civil) no Grande ABC, Rosana Carnevalli.

Outras atividades - Em relação a setembro, houve ampliação significativa também nos serviços domésticos (com alta de 5,6%), nas indústrias alimentícias (15,5%), gráficas (5,1%) e químicas e de borracha (4,1%) e nos ramos de serviços (1,6%).

A área de serviços (que abrange educação, saúde e serviços creditícios, oficinas mecânicas, entre outros), em quantidade de vagas, foi o que mais cresceu, com a abertura de 73 mil postos de trabalho.

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;