Fechar
Publicidade

Segunda-Feira, 27 de Janeiro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Nacional

nacional@dgabc.com.br | 4435-8301

Alemanha aponta brotos como origem de surto de E.coli



10/06/2011 | 07:50


A Alemanha identificou brotos contaminados como a origem de um surto mortal da bactéria Escherichia coli (E.coli), que já matou pelo menos 30 pessoas. A informação foi divulgada hoje por Reinhard Burger, presidente do Instituto Robert Koch, centro nacional de saúde pública do país.

"São os brotos", disse Burger em entrevista à imprensa sobre as infecções pela E.coli enterohemorrágica (EHEC) no norte do país. Ele não detalhou, porém, a que tipos de brotos se referia.

"Descobriu-se que as pessoas que comeram brotos teriam nove vezes mais chances de apresentar diarreia sanguinolenta ou outros sinais de infecção pela EHEC que aquelas que não os consumiram", afirmou ele, referindo-se a um estudo feito com pessoas que adoeceram depois de comerem em restaurantes. As informações são da Dow Jones.

Gabriela Mello



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Alemanha aponta brotos como origem de surto de E.coli


10/06/2011 | 07:50


A Alemanha identificou brotos contaminados como a origem de um surto mortal da bactéria Escherichia coli (E.coli), que já matou pelo menos 30 pessoas. A informação foi divulgada hoje por Reinhard Burger, presidente do Instituto Robert Koch, centro nacional de saúde pública do país.

"São os brotos", disse Burger em entrevista à imprensa sobre as infecções pela E.coli enterohemorrágica (EHEC) no norte do país. Ele não detalhou, porém, a que tipos de brotos se referia.

"Descobriu-se que as pessoas que comeram brotos teriam nove vezes mais chances de apresentar diarreia sanguinolenta ou outros sinais de infecção pela EHEC que aquelas que não os consumiram", afirmou ele, referindo-se a um estudo feito com pessoas que adoeceram depois de comerem em restaurantes. As informações são da Dow Jones.

Gabriela Mello

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;