Fechar
Publicidade

Sexta-Feira, 5 de Junho

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Cultura & Lazer

cultura@dgabc.com.br | 4435-8364

10 vezes Eri Johnson em comédia


Natane Tamasauskas
Do Diário do Grande ABC

10/04/2008 | 07:00


A necessidade de novos desafios motivou a criação do espetáculo Alarme Falso, em cartaz de amanhã a domingo, no Teatro Municipal de Santo André.

 A idéia surgiu do ator Eri Johnson. “Eu queria algo novo, uma peça em que representasse vários personagens”, conta. “Então pedi para que o Marcelo Saback escrevesse um texto”.

 Com a história em mãos, o ator e Saback, que também assina a direção, convidaram Flávio Migliaccio e Luciana Gonçalves. A atriz substitui Juliana Knust, que representava o papel nos primeiros meses da temporada carioca.

 Segundo Eri Johnson, na época de concepção do texto, Saback estava envolvido com a psicanálise. Da experiência real, surgiu, então, a trama da comédia.

 Alarme Falso explora a mente humana para descobrir quem matou Dona Divina, moradora do sétimo andar em um prédio de classe média.

 Depois do crime, Doutor Hilário (Flávio Migliaccio) e sua assistente Didi (Luciana Gonçalves) são convocados a estudar o caso por meio da lembrança de nove personagens suspeitos, todos eles interpretados por Johnson.

CONCENTRAÇÃO

 Para o protagonista, o espetáculo, que em junho comemora um ano em cartaz, traz talvez um dos maiores desafios de sua carreira. “E olha que eu já fiz 27 comédias!”, relembra o ator.

 Ele diz que precisa de muita atenção para lembrar de todas as falas e trejeitos de cada personagem. “Exige uma concentração muito grande, presto muita atenção quando estou em cena”, explica. “É um exercício maravilhoso.”

 Sem troca de adereços ou figurinos, Johnson interpreta um entregador de pizza, um homossexual nervoso, um português dono de uma padaria, um homem bêbado, um garotinho levado, uma professora primária, um gago, um surfista, um homem chamado Gilberto e o delegado que investiga o caso.

 Segundo o ator, sua principal inspiração para compor os personagens vem de suas observações na rua. “A única homenagem que fiz foi ao Evandro Mesquita”, revela. O colega serviu de inspiração para o personagem surfista.

 Sobre o futuro, Johnson prefere não fazer muitos planos: “Eu já criei muita expectativa na minha vida. Não entrego as coisas para Deus, trabalho muito. Mas não espero que as coisas aconteçam.”

 O ator segue com as gravações de Duas Caras – novela da Globo em que interpreta o personagem Zé da Feira – até o fim de maio, e com Alarme Falso até dezembro. Depois de Santo André, a peça segue para São Bernardo.

Alarme Falso – Teatro. Amanhã e sábado, às 21h; domingo, às 18h. NoTeatro Municipal de Santo André – Praça. IV Centenário, s/nº. Tel.: 4433-0789. Ingr.: de R$ 25 (meia entrada) a R$ 50.


Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

10 vezes Eri Johnson em comédia

Natane Tamasauskas
Do Diário do Grande ABC

10/04/2008 | 07:00


A necessidade de novos desafios motivou a criação do espetáculo Alarme Falso, em cartaz de amanhã a domingo, no Teatro Municipal de Santo André.

 A idéia surgiu do ator Eri Johnson. “Eu queria algo novo, uma peça em que representasse vários personagens”, conta. “Então pedi para que o Marcelo Saback escrevesse um texto”.

 Com a história em mãos, o ator e Saback, que também assina a direção, convidaram Flávio Migliaccio e Luciana Gonçalves. A atriz substitui Juliana Knust, que representava o papel nos primeiros meses da temporada carioca.

 Segundo Eri Johnson, na época de concepção do texto, Saback estava envolvido com a psicanálise. Da experiência real, surgiu, então, a trama da comédia.

 Alarme Falso explora a mente humana para descobrir quem matou Dona Divina, moradora do sétimo andar em um prédio de classe média.

 Depois do crime, Doutor Hilário (Flávio Migliaccio) e sua assistente Didi (Luciana Gonçalves) são convocados a estudar o caso por meio da lembrança de nove personagens suspeitos, todos eles interpretados por Johnson.

CONCENTRAÇÃO

 Para o protagonista, o espetáculo, que em junho comemora um ano em cartaz, traz talvez um dos maiores desafios de sua carreira. “E olha que eu já fiz 27 comédias!”, relembra o ator.

 Ele diz que precisa de muita atenção para lembrar de todas as falas e trejeitos de cada personagem. “Exige uma concentração muito grande, presto muita atenção quando estou em cena”, explica. “É um exercício maravilhoso.”

 Sem troca de adereços ou figurinos, Johnson interpreta um entregador de pizza, um homossexual nervoso, um português dono de uma padaria, um homem bêbado, um garotinho levado, uma professora primária, um gago, um surfista, um homem chamado Gilberto e o delegado que investiga o caso.

 Segundo o ator, sua principal inspiração para compor os personagens vem de suas observações na rua. “A única homenagem que fiz foi ao Evandro Mesquita”, revela. O colega serviu de inspiração para o personagem surfista.

 Sobre o futuro, Johnson prefere não fazer muitos planos: “Eu já criei muita expectativa na minha vida. Não entrego as coisas para Deus, trabalho muito. Mas não espero que as coisas aconteçam.”

 O ator segue com as gravações de Duas Caras – novela da Globo em que interpreta o personagem Zé da Feira – até o fim de maio, e com Alarme Falso até dezembro. Depois de Santo André, a peça segue para São Bernardo.

Alarme Falso – Teatro. Amanhã e sábado, às 21h; domingo, às 18h. NoTeatro Municipal de Santo André – Praça. IV Centenário, s/nº. Tel.: 4433-0789. Ingr.: de R$ 25 (meia entrada) a R$ 50.

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;