Fechar
Publicidade

Terça-Feira, 10 de Dezembro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Esportes

esportes@dgabc.com.br | 4435-8384

Tigre de olho no
setor defensivo


Thiago Silva
Do Diário do Grande ABC

10/06/2011 | 07:07


Pior defesa da Série A-1 do Estadual (36 gols sofridos), o São Bernardo está claramente preocupado em fortalecer o setor para a disputa da Copa Paulista, em julho. Ontem, a diretoria apresentou os zagueiros Márcio e Matheus, além do volante Paulinho, também jogador de marcação. Os defensores se juntam a Bruno Alves e Marcelo Godri, contratados na semana passada, além de Melika, lesionado e que retorna somente no fim do ano.

Segundo o presidente Luiz Fernando Teixeira, o Tigre sofreu no início do ano com a forma de jogar. "Nosso time era bem ofensivo e acabou tomando muitos gols no Paulistão. O Santos também teve esse problema quando marcava bastante, mas levava também", comparou o dirigente.

Mais experiente dos reforços, Matheus, 32 anos, ressaltou que boa defesa começa no ataque. "Lógico que a qualidade do atleta faz diferença, mas precisamos lembrar que a equipe precisa estar ajustada como um todo. Se o ataque não marcar o adversário, pode prejudicar a defesa. No caso do Santos, por exemplo, o time mudou (com a contratação do técnico Muricy Ramalho) e hoje não leva gols como sofria em outros confrontos", salientou o atleta, que passou por Cabofriense-RJ, Mogi Mirim, Brasil de Pelotas, Pogon (Polônia) e Matalurh (Ucrânia).

Menos experiente, Marcio conhece o caminho que o São Bernardo vai trilhar no próximo ano, quando disputará a Série A-2 do Estadual. Neste ano, ele - com passagem pelo Náutico - foi titular do elenco da Catanduvense, que conquistou o acesso na mesma competição. "O negócio é treinar bastante, saber qual é a função de cada um e honrar a camisa da agremiação", resumiu ele. "Subir é sempre bom porque fica no currículo. O nome do São Bernardo pesou bastante para acertar com o clube. Recebi carinho enorme aqui", elogiou.

Outro que conquistou acesso à Série A-1 do Paulista foi Paulinho, em 2010, com o Guaratinguetá, comandado por Luís Carlos Martins, agora técnico do São Bernardo. O jogador trabalhou com o treinador no Mirassol e Pão de Açúcar, mas acredita que não será favorecido pelo fato. "Sei como ele trabalha. Vou batalhar, como os outros atletas, para conquistar meu espaço. Com Martins fui titular, fiquei no banco de reservas e até na arquibancada (quando não relacionado)", recordou o volante.

O presidente elogiou os reforços e espera que eles ajudem o clube a conquistar o primeiro título da história. "Eles chegam para resolver porque não estamos contratando para realizar testes. Mas claro que ninguém tem lugar no time titular. Vão brigar por posição", admitiu.

Presidente confirma interesse em repatriar atacante Ney Mineiro

O presidente do São Bernardo, Luiz Fernando Teixeira, admitiu que o clube tem interesse em repatriar o atacante Ney Mineiro, hoje no Al-Khor, do Catar, como o Diário antecipou. Mas o retorno do maior artilheiro do Tigre, com 23 gols, não está concretizado.

"No sábado (amanhã), vamos sentar e conversar com o Ney. Temos de saber quais são suas condições físicas e quanto tempo vamos ter de esperar para ele conseguir a liberação do Al-Khor", frisou o dirigente. O atacante, insatisfeito com o técnico do time catariano, tem contrato por mais dois anos.

Além de Ney Mineiro, Teixeira confirmou que a agremiação pretende contratar pelo menos outros seis reforços. Os próximos serão para a lateral direita e meio campo. "Eles estão fechados, mas não assinamos. Por isso, não vou revelar os nomes", justificou.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Tigre de olho no
setor defensivo

Thiago Silva
Do Diário do Grande ABC

10/06/2011 | 07:07


Pior defesa da Série A-1 do Estadual (36 gols sofridos), o São Bernardo está claramente preocupado em fortalecer o setor para a disputa da Copa Paulista, em julho. Ontem, a diretoria apresentou os zagueiros Márcio e Matheus, além do volante Paulinho, também jogador de marcação. Os defensores se juntam a Bruno Alves e Marcelo Godri, contratados na semana passada, além de Melika, lesionado e que retorna somente no fim do ano.

Segundo o presidente Luiz Fernando Teixeira, o Tigre sofreu no início do ano com a forma de jogar. "Nosso time era bem ofensivo e acabou tomando muitos gols no Paulistão. O Santos também teve esse problema quando marcava bastante, mas levava também", comparou o dirigente.

Mais experiente dos reforços, Matheus, 32 anos, ressaltou que boa defesa começa no ataque. "Lógico que a qualidade do atleta faz diferença, mas precisamos lembrar que a equipe precisa estar ajustada como um todo. Se o ataque não marcar o adversário, pode prejudicar a defesa. No caso do Santos, por exemplo, o time mudou (com a contratação do técnico Muricy Ramalho) e hoje não leva gols como sofria em outros confrontos", salientou o atleta, que passou por Cabofriense-RJ, Mogi Mirim, Brasil de Pelotas, Pogon (Polônia) e Matalurh (Ucrânia).

Menos experiente, Marcio conhece o caminho que o São Bernardo vai trilhar no próximo ano, quando disputará a Série A-2 do Estadual. Neste ano, ele - com passagem pelo Náutico - foi titular do elenco da Catanduvense, que conquistou o acesso na mesma competição. "O negócio é treinar bastante, saber qual é a função de cada um e honrar a camisa da agremiação", resumiu ele. "Subir é sempre bom porque fica no currículo. O nome do São Bernardo pesou bastante para acertar com o clube. Recebi carinho enorme aqui", elogiou.

Outro que conquistou acesso à Série A-1 do Paulista foi Paulinho, em 2010, com o Guaratinguetá, comandado por Luís Carlos Martins, agora técnico do São Bernardo. O jogador trabalhou com o treinador no Mirassol e Pão de Açúcar, mas acredita que não será favorecido pelo fato. "Sei como ele trabalha. Vou batalhar, como os outros atletas, para conquistar meu espaço. Com Martins fui titular, fiquei no banco de reservas e até na arquibancada (quando não relacionado)", recordou o volante.

O presidente elogiou os reforços e espera que eles ajudem o clube a conquistar o primeiro título da história. "Eles chegam para resolver porque não estamos contratando para realizar testes. Mas claro que ninguém tem lugar no time titular. Vão brigar por posição", admitiu.

Presidente confirma interesse em repatriar atacante Ney Mineiro

O presidente do São Bernardo, Luiz Fernando Teixeira, admitiu que o clube tem interesse em repatriar o atacante Ney Mineiro, hoje no Al-Khor, do Catar, como o Diário antecipou. Mas o retorno do maior artilheiro do Tigre, com 23 gols, não está concretizado.

"No sábado (amanhã), vamos sentar e conversar com o Ney. Temos de saber quais são suas condições físicas e quanto tempo vamos ter de esperar para ele conseguir a liberação do Al-Khor", frisou o dirigente. O atacante, insatisfeito com o técnico do time catariano, tem contrato por mais dois anos.

Além de Ney Mineiro, Teixeira confirmou que a agremiação pretende contratar pelo menos outros seis reforços. Os próximos serão para a lateral direita e meio campo. "Eles estão fechados, mas não assinamos. Por isso, não vou revelar os nomes", justificou.

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;