Fechar
Publicidade

Sábado, 28 de Março

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Esportes

esportes@dgabc.com.br | 4435-8384

Vítima de obra no Inamar, haitiano deve fazer cirurgia até dia 2

Celso Luiz/DGABC  Diário do Grande ABC - Notícias e informações do Grande ABC: Santo André, São Bernardo, São Caetano, Diadema, Mauá, Ribeirão Pires e Rio Grande da Serra

Scorty Moïse, 31 anos, continua internado no Hospital Estadual de Diadema, onde está desde o desabamento da arquibancada do estádio


Felipe Simões
Do Diário do Grande ABC

18/11/2015 | 07:00


Depois de dez dias, o haitiano Scorty Moïse, de 31 anos, uma das vítimas da queda da arquibancada do Estádio do Inamar, em Diadema, teve uma previsão de quando fará a cirurgia para seu pé esquerdo quebrado: dia 2 de dezembro.

A informação foi obtida pelo Diário em conversa com Jacson Moïse, irmão de Scorty, que ligou ontem para a empresa para qual os dois trabalham – uma das subcontratadas pela Direplan para reformar e ampliar o Inamar. De acordo com Jacson, dia 2 é o prazo máximo para a realização do procedimento, já que a companhia se dispôs a procurar outro local que ofereça uma data mais próxima para a cirurgia.

Ainda segundo Jacson, o irmão sente um pouco de dor no pé quebrado, mas está tomando os medicamentos fornecidos pelo hospital e passa bem.

O Diário procurou a Secretaria Estadual de Saúde para saber se existe algum problema em relação ao caso do haitiano que impeça a realização da cirurgia, mas foi informado que só teria uma explicação oficial hoje.

ESTÁDIO

As obras no Estádio do Inamar continuam interditadas. Segundo Jacson, que também trabalhava no local no momento do acidente que vitimou o irmão, ele e os outros trabalhadores estão sem atividade por conta da paralisação.

O Diário tentou entrar em contato com integrantes da diretoria do Água Santa e com o presidente Paulo Sirqueira, mas não obteve retorno.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.


Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;