Fechar
Publicidade

Domingo, 16 de Fevereiro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Política

politica@dgabc.com.br | 4435-8391

Mário Chekin volta à gestão Pinheiro como articulador

Ex-secretário de Saúde vai ajudar Bonome no diálogo entre o prefeito e os vereadores


Júnior Carvalho
Do Diário do Grande ABC

14/11/2015 | 07:00


Demitido da Secretaria de Saúde de São Caetano em janeiro, Mário Chekin retornou ao governo do prefeito Paulo Pinheiro (PMDB) como assessor de gabinete do Palácio da Cerâmica. A recontratação do ex-secretário foi oficializada na quinta-fera, no Diário Oficial.

Segundo o Paço, Chekin acompanhará o secretário de Governo, Nilson Bonome (PMDB) – que acumula as Pastas de Saúde e de Planejamento –, na articulação entre o prefeito e os vereadores. “(Mário Chekin) Intermediará conflitos da gestão, envolvendo a Câmara e as secretarias”, informou o Paço.

Com perfil técnico e que desfruta de bom relacionamento com as figuras políticas da cidade, Mário Chekin passa a ocupar posto estratégico do governo a pouco menos um ano antes da eleição, quando Pinheiro tentará mais quatro anos de mandato. Esse papel era desempenhado pela filha do prefeito, Gica Pinheiro (PMDB), que se afastou formalmente da administração no início deste ano.

O ex-secretário de Saúde foi exonerado do setor que comandava após polêmica com a falta de remédios em postos de Saúde da cidade, então motivo de constante reclamação. Na ocasião, o então dirigente da Pasta responsabilizou a FUABC (Fundação do ABC) pelo desabastecimento de medicamentos, mas foi afastado do cargo pelo governo.

Agora, Chekin também deve auxiliar a cúpula do Palácio da Cerâmica na formulação de futuro plano de governo de Pinheiro. Na eleição de 2012, o ex-secretário ajudou o peemedebista na criação de projetos para a área da Saúde. Embora fique ligado oficialmente ao gabinete do chefe do Executivo, o ex-secretário também vai colaborar com os demais secretários que, assim como em outros municípios, enfrentam contenção de despesas por conta na queda da arrecadação municipal.

BASE ALIADA
Pleiteante à reeleição em 2016, Pinheiro goza do apoio da maioria dos 19 parlamentares no Legislativo. Mesmo com os bastidores aflorados por conta do período pré-eleitoral e a formação de candidaturas, o peemedebista não tem enfrentado dificuldades para negociar apoio com as legendas.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Mário Chekin volta à gestão Pinheiro como articulador

Ex-secretário de Saúde vai ajudar Bonome no diálogo entre o prefeito e os vereadores

Júnior Carvalho
Do Diário do Grande ABC

14/11/2015 | 07:00


Demitido da Secretaria de Saúde de São Caetano em janeiro, Mário Chekin retornou ao governo do prefeito Paulo Pinheiro (PMDB) como assessor de gabinete do Palácio da Cerâmica. A recontratação do ex-secretário foi oficializada na quinta-fera, no Diário Oficial.

Segundo o Paço, Chekin acompanhará o secretário de Governo, Nilson Bonome (PMDB) – que acumula as Pastas de Saúde e de Planejamento –, na articulação entre o prefeito e os vereadores. “(Mário Chekin) Intermediará conflitos da gestão, envolvendo a Câmara e as secretarias”, informou o Paço.

Com perfil técnico e que desfruta de bom relacionamento com as figuras políticas da cidade, Mário Chekin passa a ocupar posto estratégico do governo a pouco menos um ano antes da eleição, quando Pinheiro tentará mais quatro anos de mandato. Esse papel era desempenhado pela filha do prefeito, Gica Pinheiro (PMDB), que se afastou formalmente da administração no início deste ano.

O ex-secretário de Saúde foi exonerado do setor que comandava após polêmica com a falta de remédios em postos de Saúde da cidade, então motivo de constante reclamação. Na ocasião, o então dirigente da Pasta responsabilizou a FUABC (Fundação do ABC) pelo desabastecimento de medicamentos, mas foi afastado do cargo pelo governo.

Agora, Chekin também deve auxiliar a cúpula do Palácio da Cerâmica na formulação de futuro plano de governo de Pinheiro. Na eleição de 2012, o ex-secretário ajudou o peemedebista na criação de projetos para a área da Saúde. Embora fique ligado oficialmente ao gabinete do chefe do Executivo, o ex-secretário também vai colaborar com os demais secretários que, assim como em outros municípios, enfrentam contenção de despesas por conta na queda da arrecadação municipal.

BASE ALIADA
Pleiteante à reeleição em 2016, Pinheiro goza do apoio da maioria dos 19 parlamentares no Legislativo. Mesmo com os bastidores aflorados por conta do período pré-eleitoral e a formação de candidaturas, o peemedebista não tem enfrentado dificuldades para negociar apoio com as legendas.

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;