Fechar
Publicidade

Domingo, 20 de Outubro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Internacional

internacional@dgabc.com.br | 4435-8301

Fotos de estupradores serão exibidas pela TV colombiana


Da AFP

10/11/2006 | 12:16


O governo colombiano aprovou uma lei para a proteção de crianças, que entre outros pontos obriga os canais de televisão e emissoras de rádio a exibir nomes e fotos dos condenados por violência sexual contra crianças.

Segundo a polícia, no país pelo menos 20 pessoas são presas diariamente acusadas de violentar crianças.

A lei atualiza a legislação colombiana com base nas convenções internacionais, mas já gerou polêmica entre aqueles que destacam os benefícios de denunciar publicamente os estupradores e os que duvidam de seus resultados. Entre os primeiros estão o próprio presidente Alvaro Uribe, a diretora do Instituto de Bem-estar Familiar, Elvira Forero, e o promotor geral, Mario Iguarán.

Contrário à lei, o diretor da Aliança pela Infância, Pedro Quijano, declarou que a norma sobre a publicação das identidades dos estupradores nos meios de comunicação, "gera dúvidas de que essa sociedade intolerante pratique represálias contra pessoas que já estão pagando por um crime que cometeram".


Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Fotos de estupradores serão exibidas pela TV colombiana

Da AFP

10/11/2006 | 12:16


O governo colombiano aprovou uma lei para a proteção de crianças, que entre outros pontos obriga os canais de televisão e emissoras de rádio a exibir nomes e fotos dos condenados por violência sexual contra crianças.

Segundo a polícia, no país pelo menos 20 pessoas são presas diariamente acusadas de violentar crianças.

A lei atualiza a legislação colombiana com base nas convenções internacionais, mas já gerou polêmica entre aqueles que destacam os benefícios de denunciar publicamente os estupradores e os que duvidam de seus resultados. Entre os primeiros estão o próprio presidente Alvaro Uribe, a diretora do Instituto de Bem-estar Familiar, Elvira Forero, e o promotor geral, Mario Iguarán.

Contrário à lei, o diretor da Aliança pela Infância, Pedro Quijano, declarou que a norma sobre a publicação das identidades dos estupradores nos meios de comunicação, "gera dúvidas de que essa sociedade intolerante pratique represálias contra pessoas que já estão pagando por um crime que cometeram".

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;