Fechar
Publicidade

Quinta-Feira, 5 de Dezembro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Cultura & Lazer

cultura@dgabc.com.br | 4435-8364

Sarau da Matilde

Ari Paleta/DGABC  Diário do Grande ABC - Notícias e informações do Grande ABC: Santo André, São Bernardo, São Caetano, Diadema, Mauá, Ribeirão Pires e Rio Grande da Serra

Sara Saar
Do Diário do Grande ABC

10/09/2011 | 07:14


Em tempos de tecnologia avançada, quando a tendência é procurar informação e entretenimento na tela do computador, a Companhia da Matilde convida famílias inteiras para participar do "Sarau da Matilde", em São Caetano, que chegará hoje à 18ª edição. "Atingimos a maioridade", brinca Erike Busoni, um dos idealizadores do projeto.

Uma das poucas iniciativas culturais continuadas da região, o "Sarau da Matilde" existe há mais de seis anos. "Dificilmente, projetos passam da quarta, quinta ou sexta edição devido à mudança de gestão", afirma Busoni. "O sarau não tem nenhum vínculo com administração ou empresa alguma. Só depende do apoio dos grupos locais, da sociedade civil e da Companhia da Matilde", completa.

E cada vez o projeto recebe mais pessoas, que apresentam diferentes perfis. "Em um canto, às vezes, você encontra uma família inteira, que está lá para se divertir enquanto, em outro, observa um grupo, que está só esperando a hora de se apresentar", exemplifica.

Com no máximo dez minutos de duração, as apresentações fazem do sarau um encontro dinâmico e diversificado. Todas as linguagens podem ser contempladas como teatro, dança, música, circo, literatura, cinema e artes visuais. "Em algumas edições, nós temos de tudo, como exposição de quadros e pintura de telas ao vivo. Em outras, assistimos mais a teatro, música e dança", compara Busoni.

Trata-se de espaço democrático, onde qualquer pessoa pode exercer o livre arbítrio ao se expressar da forma que preferir. São duas alternativas: inscrever-se gratuitamente no dia ou se levantar e mostrar a sua arte. "Às vezes, a pessoa não se inscreve, levanta-se e toca saxofone. Isso já aconteceu", lembra.

Estreitar a relação dos artistas para a troca de ideias é a principal proposta do projeto, que se tornou uma das grandes festas culturais da região. "O sarau surgiu quando a Companhia da Matilde percebeu que, infelizmente, os artistas da região estavam no lance de cada um fazer o seu, sem agir juntos", explica Busoni.

Sem fixação de periodicidade, o evento tem sequência mediante aos pedidos do público. "Nós fazemos uma nova edição quando as pessoas começam a cobrar. Caso contrário, pode ser cansativo", avalia.

Durante o sarau, alguns prêmios serão sorteados para o público e outros serão entregues para o artista ou o grupo que for responsável pela melhor apresentação da noite, segundo três jurados.


18º Sarau da Matilde. Hoje, às 22h. No Universo Cultural da Matilde - Rua Senador Vergueiro, 551, São Caetano. Tel.: 2759-1756. Ingr.: R$ 10.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Sarau da Matilde

Sara Saar
Do Diário do Grande ABC

10/09/2011 | 07:14


Em tempos de tecnologia avançada, quando a tendência é procurar informação e entretenimento na tela do computador, a Companhia da Matilde convida famílias inteiras para participar do "Sarau da Matilde", em São Caetano, que chegará hoje à 18ª edição. "Atingimos a maioridade", brinca Erike Busoni, um dos idealizadores do projeto.

Uma das poucas iniciativas culturais continuadas da região, o "Sarau da Matilde" existe há mais de seis anos. "Dificilmente, projetos passam da quarta, quinta ou sexta edição devido à mudança de gestão", afirma Busoni. "O sarau não tem nenhum vínculo com administração ou empresa alguma. Só depende do apoio dos grupos locais, da sociedade civil e da Companhia da Matilde", completa.

E cada vez o projeto recebe mais pessoas, que apresentam diferentes perfis. "Em um canto, às vezes, você encontra uma família inteira, que está lá para se divertir enquanto, em outro, observa um grupo, que está só esperando a hora de se apresentar", exemplifica.

Com no máximo dez minutos de duração, as apresentações fazem do sarau um encontro dinâmico e diversificado. Todas as linguagens podem ser contempladas como teatro, dança, música, circo, literatura, cinema e artes visuais. "Em algumas edições, nós temos de tudo, como exposição de quadros e pintura de telas ao vivo. Em outras, assistimos mais a teatro, música e dança", compara Busoni.

Trata-se de espaço democrático, onde qualquer pessoa pode exercer o livre arbítrio ao se expressar da forma que preferir. São duas alternativas: inscrever-se gratuitamente no dia ou se levantar e mostrar a sua arte. "Às vezes, a pessoa não se inscreve, levanta-se e toca saxofone. Isso já aconteceu", lembra.

Estreitar a relação dos artistas para a troca de ideias é a principal proposta do projeto, que se tornou uma das grandes festas culturais da região. "O sarau surgiu quando a Companhia da Matilde percebeu que, infelizmente, os artistas da região estavam no lance de cada um fazer o seu, sem agir juntos", explica Busoni.

Sem fixação de periodicidade, o evento tem sequência mediante aos pedidos do público. "Nós fazemos uma nova edição quando as pessoas começam a cobrar. Caso contrário, pode ser cansativo", avalia.

Durante o sarau, alguns prêmios serão sorteados para o público e outros serão entregues para o artista ou o grupo que for responsável pela melhor apresentação da noite, segundo três jurados.


18º Sarau da Matilde. Hoje, às 22h. No Universo Cultural da Matilde - Rua Senador Vergueiro, 551, São Caetano. Tel.: 2759-1756. Ingr.: R$ 10.

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;