Fechar
Publicidade

Domingo, 26 de Janeiro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Setecidades

setecidades@dgabc.com.br | 4435-8319

Família de criança morta tem direito à indenização

Pais, que voltaram de viagem à Bahia, ainda não sabem se irão recorrer à Justiça


Elaine Granconato
Do Diário do Grande ABC

10/01/2012 | 07:00


Quase um mês depois do acidente que causou a morte de um menino de 1 ano e 2 meses em creche do Parque Esmeralda, em São Bernardo, a família retorna hoje à residência no Jardim Laura, após ter viajado para cidade do interior da Bahia.

Com o retorno ao Grande ABC, os pais da criança, Alexandra de Moraes Colla e Sebastião de Jesus Nascimento Cruz, ainda incorfomados com a morte do filho, analisarão se pretendem recorrer à Justiça.

Inaugurada em fevereiro do ano passado pelo governo Luiz Marinho (PT), a escola atende crianças entre 6 meses e 3 anos. Entre eles, estava Reynan de Moraes Nascimento Cruz, que foi atingido, na cabeça, por pedaço de reboco caído do beiral do solário externo. Mesmo socorrido ao Pronto-Socorro Central, o menino não resistiu aos ferimentos e morreu.

A Polícia Civil aguarda o laudo pericial que irá apontar as causas do acidente. O prazo de 30 dias terminou no sábado. No entanto, independentemente do resultado e de quem teria provocado a morte, a família terá direito à indenização.

Para o advogado Ariosto Mila Peixoto, da área cível, trata-se de responsabilidade objetiva do Estado - no caso, a administração municipal. "A família terá de ser indenizada pela morte da criança. É fato, embora seja processo longo e desgastante", afirmou.

Caso seja comprovada a culpa por parte da construtora que executou a obra, a Prefeitura pode entrar com ação de regresso contra a empresa. Nesse caso, H.Guedes, que só irá se pronunciar após o resultado da perícia.

A Prefeitura de São Bernado informou que aguardará qualquer manifestação da Justiça.

Paralelamente, uma ação criminal será interposta pelo fato de ter ocorrido homicídio culposo (sem intenção).



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Família de criança morta tem direito à indenização

Pais, que voltaram de viagem à Bahia, ainda não sabem se irão recorrer à Justiça

Elaine Granconato
Do Diário do Grande ABC

10/01/2012 | 07:00


Quase um mês depois do acidente que causou a morte de um menino de 1 ano e 2 meses em creche do Parque Esmeralda, em São Bernardo, a família retorna hoje à residência no Jardim Laura, após ter viajado para cidade do interior da Bahia.

Com o retorno ao Grande ABC, os pais da criança, Alexandra de Moraes Colla e Sebastião de Jesus Nascimento Cruz, ainda incorfomados com a morte do filho, analisarão se pretendem recorrer à Justiça.

Inaugurada em fevereiro do ano passado pelo governo Luiz Marinho (PT), a escola atende crianças entre 6 meses e 3 anos. Entre eles, estava Reynan de Moraes Nascimento Cruz, que foi atingido, na cabeça, por pedaço de reboco caído do beiral do solário externo. Mesmo socorrido ao Pronto-Socorro Central, o menino não resistiu aos ferimentos e morreu.

A Polícia Civil aguarda o laudo pericial que irá apontar as causas do acidente. O prazo de 30 dias terminou no sábado. No entanto, independentemente do resultado e de quem teria provocado a morte, a família terá direito à indenização.

Para o advogado Ariosto Mila Peixoto, da área cível, trata-se de responsabilidade objetiva do Estado - no caso, a administração municipal. "A família terá de ser indenizada pela morte da criança. É fato, embora seja processo longo e desgastante", afirmou.

Caso seja comprovada a culpa por parte da construtora que executou a obra, a Prefeitura pode entrar com ação de regresso contra a empresa. Nesse caso, H.Guedes, que só irá se pronunciar após o resultado da perícia.

A Prefeitura de São Bernado informou que aguardará qualquer manifestação da Justiça.

Paralelamente, uma ação criminal será interposta pelo fato de ter ocorrido homicídio culposo (sem intenção).

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;