Fechar
Publicidade

Segunda-Feira, 26 de Julho

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Setecidades

setecidades@dgabc.com.br | 4435-8319

UFABC em Mauá
ainda depende do MEC

Promessa do ministro Fernando Haddad de comprar terreno
no Parque São Vicente até o fim do ano não foi cumprida


Cadu Proieti
Do Diário do Grande ABC

05/01/2012 | 07:00


A construção do campus da Universidade Federal do ABC em Mauá ainda depende da compra do terreno pelo Ministério da Educação. A área de 130 mil metros quadrados está localizada no Parque São Vicente e pertence ao Instituto Nacional do Seguro Social. O ministro da Educação, Fernando Hadadd, prometeu fechar negócio até o fim de 2011, mas até agora a compra do espaço, que está dividido em duas áreas, não foi realizada.

A aquisição pode ser adiada por tempo ainda maior, já que o ministro deverá deixar o cargo até março para concorrer à Prefeitura da Capital. Aloizio Mercadante vai assumir a Pasta.

O INSS informou que a UFABC contestou os valores dos dois terrenos. O instituto, então, solicitou à Caixa Econômica Federal a reavaliação do preço. A Caixa, por sua vez, refez os cálculos e fixou o montante em, no mínimo, R$ 42,6 milhões - o pedido inicial era de R$ 50,2 milhões. A primeira área, de 63,3 mil metros quadrados, foi avaliada em R$ 20,7 milhões e a segunda, com 67,3 mil metros quadrados, teve o valor recalculado em R$ 21,9 milhões.

Segundo o INSS, no dia 26 de setembro foi enviado ofício à UFABC informando o resultado da reavaliação e as possíveis formas de pagamento. O documento propôs aquisição à vista ou em 48 parcelas, com 10% de entrada. O INSS aguarda manifestação da universidade sobre essa proposta.

Por outro lado, a instituição afirma que precisa discutir a compra do espaço com o MEC. A universidade informa ainda que pretende planejar de forma adequada o projeto acadêmico, definindo quais bacharelados interdisciplinares e cursos serão disponibilizados no campus.

O prefeito de Mauá, Oswaldo Dias (PT), pretende pressionar o MEC para agilizar a compra da área. "É ideia solidificada, mas que está demorando a sair do papel. Deram o primeiro prazo para o início do ano letivo em 2015 e, se começarem a demorar muito para efetuar a compra do terreno, pode haver atrasos nesta data também, o que é nossa principal preocupação. É uma batalha que enfrentamos e pretendo retomar conversas com as autoridades responsáveis na próxima semana", diz.

Em outubro do ano passado, a presidente da República, Dilma Rousseff, anunciou que o campus Mauá da UFABC será instalado até o fim deste ano.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.


Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;