Fechar
Publicidade

Quinta-Feira, 27 de Fevereiro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Nacional

nacional@dgabc.com.br | 4435-8301

Agentes são demitidos por 'vender' regalias a detentos



30/10/2003 | 01:18


Os agentes de segurança Adauri Samora Filho e Milton Guilhermino de Lemos, que ocupavam os cargos de diretor geral e de disciplina do Centro de Detenção Provisória (CDP) 2 de Osasco, na Grande São Paulo, foram demitidos do serviço público estadual. Tiveram a mesma punição os agentes Renê Ferreira do Amaral e Wellington Lima de Brito, desligados da Secretaria da Administração Penitenciária no dia 25, segundo o Diário Oficial.

A demissão foi assinada pelo secretário Nagashi Furukawa, após o fim dos processos administrativos que concluíram que os quatro praticaram atos de natureza grave. Samora Filho e Lemos foram investigados por irregularidades no CDP 2, que variavam desde a autorização da saída de presos para a compra de cerveja e a participação em churrascos até a "venda" de mordomias para detentos.

Em fevereiro, os agentes Renê e Wellington foram presos em flagrante escoltando os detentos Márcio Guarnieri, 29 anos, e Róbson Rosa dos Santos Oliveira, 26, em Itapecerica da Serra, onde alegaram ter ido comprar cerveja para um churrasco na prisão.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Agentes são demitidos por 'vender' regalias a detentos


30/10/2003 | 01:18


Os agentes de segurança Adauri Samora Filho e Milton Guilhermino de Lemos, que ocupavam os cargos de diretor geral e de disciplina do Centro de Detenção Provisória (CDP) 2 de Osasco, na Grande São Paulo, foram demitidos do serviço público estadual. Tiveram a mesma punição os agentes Renê Ferreira do Amaral e Wellington Lima de Brito, desligados da Secretaria da Administração Penitenciária no dia 25, segundo o Diário Oficial.

A demissão foi assinada pelo secretário Nagashi Furukawa, após o fim dos processos administrativos que concluíram que os quatro praticaram atos de natureza grave. Samora Filho e Lemos foram investigados por irregularidades no CDP 2, que variavam desde a autorização da saída de presos para a compra de cerveja e a participação em churrascos até a "venda" de mordomias para detentos.

Em fevereiro, os agentes Renê e Wellington foram presos em flagrante escoltando os detentos Márcio Guarnieri, 29 anos, e Róbson Rosa dos Santos Oliveira, 26, em Itapecerica da Serra, onde alegaram ter ido comprar cerveja para um churrasco na prisão.

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;