Fechar
Publicidade

Terça-Feira, 4 de Agosto

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Internacional

internacional@dgabc.com.br | 4435-8301

Partido Alemão comercializa produtos neonazistas


Das Agências

31/07/2007 | 16:14


Camisetas da marca "nórdica", bustos do nazista Rudolf Hess, perfumes com o nome "o acre odor do Reich" (masculino) e "Valquíria" (feminino) são alguns dos últimos produtos que o NDP (Partido Social Democrata Alemão), de extrema direita, colocou no comércio nos últimos meses.

Segundo a agência Ansa, o carro-chefe dos itens são as camisetas da marca Thor Steinar, cujo nome T-shirt foi germanizado para T-Hedmen (camiseta em alemão). Os comerciantes neonazistas, no entanto, podem ter uma péssima surpresa, já que por conta da venda destas mercadorias os contratos de aluguéis de suas lojas podem ser anulados.

"Uma loja em Magdeburgo que vendia tais produtos recebeu nesta segunda-feira do locatário a rescisão do contrato de aluguel", disse Pascal Begrich, da associação Miteinander, empenhada em monitorar as tendências neonazistas locais.

Se em Magdeburgo os neonazistas foram expulsos, em Rauen, região central da Alemanha, o NPD - maior dos três partidos neonazistas ativos na Alemanha - teria adquirido alguns edifícios para a criação de um centro de formação política.

Juergen Gansel, um dos deputados do NPD no parlamento regional alemão, crê que a CDU (União Democrata-Cristã) seja "fraca". "Nós podemos conquistar nas eleições políticas de 2009 os eleitores conservadores desiludidos", disse ele recentemente em uma entrevista ao jornal Frankfurter Allgemeine Zeitung.
 

O projeto foi criticado pelo analista político Eckhardt Jesse, segundo o qual a NPD conta apenas com "estupidez".



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Partido Alemão comercializa produtos neonazistas

Das Agências

31/07/2007 | 16:14


Camisetas da marca "nórdica", bustos do nazista Rudolf Hess, perfumes com o nome "o acre odor do Reich" (masculino) e "Valquíria" (feminino) são alguns dos últimos produtos que o NDP (Partido Social Democrata Alemão), de extrema direita, colocou no comércio nos últimos meses.

Segundo a agência Ansa, o carro-chefe dos itens são as camisetas da marca Thor Steinar, cujo nome T-shirt foi germanizado para T-Hedmen (camiseta em alemão). Os comerciantes neonazistas, no entanto, podem ter uma péssima surpresa, já que por conta da venda destas mercadorias os contratos de aluguéis de suas lojas podem ser anulados.

"Uma loja em Magdeburgo que vendia tais produtos recebeu nesta segunda-feira do locatário a rescisão do contrato de aluguel", disse Pascal Begrich, da associação Miteinander, empenhada em monitorar as tendências neonazistas locais.

Se em Magdeburgo os neonazistas foram expulsos, em Rauen, região central da Alemanha, o NPD - maior dos três partidos neonazistas ativos na Alemanha - teria adquirido alguns edifícios para a criação de um centro de formação política.

Juergen Gansel, um dos deputados do NPD no parlamento regional alemão, crê que a CDU (União Democrata-Cristã) seja "fraca". "Nós podemos conquistar nas eleições políticas de 2009 os eleitores conservadores desiludidos", disse ele recentemente em uma entrevista ao jornal Frankfurter Allgemeine Zeitung.
 

O projeto foi criticado pelo analista político Eckhardt Jesse, segundo o qual a NPD conta apenas com "estupidez".

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;