Fechar
Publicidade

Segunda-Feira, 10 de Agosto

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Economia

soraiapedrozo@dgabc.com.br | 4435-8057

Cesta básica fica R$ 10,48 mais barata no Grande ABC

Cesta básica na região caiu e passou a custar R$ 322,71, segundo pesquisa semanal realizada pela Craisa


Do Diário do Grande ABC

22/05/2009 | 07:00


O preço da cesta básica no Grande ABC apresentou queda de 3,15% nesta semana, e passou a custar R$ 322,71, contra R$ 333,19 da última semana, de acordo com a pesquisa realizada semanalmente pela Craisa (Companhia Regional de Abastecimento Integrado de Santo André).

A acentuada redução foi puxada pelos hortifrutigranjeiros, que ficaram 11,96% mais baratos. Os preços do arroz e do feijão também ajudaram a diminuir os gastos de alimentação na região. Ambos registraram os menores valores no ano.

Nesta semana, dos 34 produtos pesquisados, 11 registraram altas, enquanto que 21 tiveram queda e dois não apresentaram alterações.

O preço do arroz apresentou uma queda de 11,14% nesta semana. O cereal está custando na média R$ 8,06 o pacote de 5 quilos. O preço do feijão também registrou queda de 5,86%, custando R$ 2,25 o quilo. As carnes bovinas de primeira e segunda também registraram queda, 6,89% ( R$ 11,90 o quilo) e 2,41% (R$ 8,89 o quilo), respectivamente.

Os preços do frango resfriado tiveram alta de 7,41%, custando na média R$ 3,48 o quilo. Como vinha sendo observado nas últimas semanas, o preço do leite manteve sua escalada de alta. Durante a semana pesquisada pela Craisa, o preço do produto subiu 5,79%, com preço médio por litro de R$ 2,01.

A queda de quase 12% nos preços dos hortifrutigranjeiros, porém, é consequência do dia em que a pesquisa foi realizada: quarta-feira. Tradicionalmente, nesse dia da semana as grandes redes de supermercados fazem promoções dos produtos.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Cesta básica fica R$ 10,48 mais barata no Grande ABC

Cesta básica na região caiu e passou a custar R$ 322,71, segundo pesquisa semanal realizada pela Craisa

Do Diário do Grande ABC

22/05/2009 | 07:00


O preço da cesta básica no Grande ABC apresentou queda de 3,15% nesta semana, e passou a custar R$ 322,71, contra R$ 333,19 da última semana, de acordo com a pesquisa realizada semanalmente pela Craisa (Companhia Regional de Abastecimento Integrado de Santo André).

A acentuada redução foi puxada pelos hortifrutigranjeiros, que ficaram 11,96% mais baratos. Os preços do arroz e do feijão também ajudaram a diminuir os gastos de alimentação na região. Ambos registraram os menores valores no ano.

Nesta semana, dos 34 produtos pesquisados, 11 registraram altas, enquanto que 21 tiveram queda e dois não apresentaram alterações.

O preço do arroz apresentou uma queda de 11,14% nesta semana. O cereal está custando na média R$ 8,06 o pacote de 5 quilos. O preço do feijão também registrou queda de 5,86%, custando R$ 2,25 o quilo. As carnes bovinas de primeira e segunda também registraram queda, 6,89% ( R$ 11,90 o quilo) e 2,41% (R$ 8,89 o quilo), respectivamente.

Os preços do frango resfriado tiveram alta de 7,41%, custando na média R$ 3,48 o quilo. Como vinha sendo observado nas últimas semanas, o preço do leite manteve sua escalada de alta. Durante a semana pesquisada pela Craisa, o preço do produto subiu 5,79%, com preço médio por litro de R$ 2,01.

A queda de quase 12% nos preços dos hortifrutigranjeiros, porém, é consequência do dia em que a pesquisa foi realizada: quarta-feira. Tradicionalmente, nesse dia da semana as grandes redes de supermercados fazem promoções dos produtos.

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;