Fechar
Publicidade

Sábado, 30 de Maio

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

|

Uma mão e três dedos na taça

Somente os deuses da bola explicam a situação do Corinthians no Campeonato Brasileiro


Especial para o Diário

22/11/2011 | 00:00


Somente os deuses da bola explicam a situação do Corinthians no Campeonato Brasileiro. Apenas para relembrar os dois últimos jogos, o time não atuou bem, foi sufocado pelos adversários e ganhou seis preciosos pontos.

No meio da semana passada, em Fortaleza, o Ceará perdeu diversas oportunidades. E, no segundo tempo, numa jogada de velocidade, Ramirez marcou um gol que até o mais confiante torcedor já imaginava que não surgiria.

No domingo, no Pacaembu, o Corinthians voltou a jogar mal. Mas o que importa isso para um time que está fadado a ser campeão? O Atlético-MG marcou o primeiro gol, criou outras chances, ameaçou, e no meio do segundo tempo, percebeu que estava enfrentando equipe que já colocou uma mão e três dedos na taça.

A virada espetacular veio com um golaço de Liedson e se consolidou com a marca do até então caricato Adriano.

A abstração da sorte ou os desejos de um ser superior cobrem de bênçãos o Corinthians. O título será uma mera consequência.

Faltam duas rodadas para terminar o Brasileiro. O Timão é líder e está dois pontos na frente do Vasco da Gama, que tem dois clássicos pela frente: Fluminense e Flamengo. O Corinthians enfrenta Figueirense, em Floripa, e Palmeiras. A próxima rodada pode definir o campeão. Basta ao Corinthians vencer o Figueirense e dar empate no clássico Vasco e Fluminense. Vai Corinthians!

PAULISTA DE JUNDIAÍ

A grande imprensa deu pouco destaque para o brilhante Paulista. Se não bastasse a conquista da Copa Paulista, a equipe ganhou vaga na Copa do Brasil.

Jundiaí conhece esse caminho. É a terceira vez que o Paulista chega à mais charmosa competição brasileira do primeiro semestre. Em uma delas, ganhou o título e foi para a Libertadores.

O Comercial foi um adversário valoroso, mas o resultado do primeiro jogo, 2 a 0, dificilmente seria igualado na segunda partida. Mesmo vencendo o jogo de Ribeirão Preto, não deu para o Bafo, pela diferença de gols.

FÓRMULA 1

Não há mais vagas nos hotéis de São Paulo e cidades limítrofes no próximo fim de semana. O movimento do comércio, restaurantes e bares deverá crescer 40%.

Impressionante o magnetismo da Fórmula 1. Mesmo com o Mundial já decidido há algumas semanas, o povo esgotou os ingressos de Interlagos e vai acompanhar de perto os bólidos que encantam os seguidores do esporte.

A cidade de São Paulo deverá arrecadar mais de R$ 300 milhões com a corrida.

Márcio Bernardes é âncora da rede Transamérica de Rádio e professor universitário. www.marciobernardes.com.br



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Uma mão e três dedos na taça

Somente os deuses da bola explicam a situação do Corinthians no Campeonato Brasileiro

Especial para o Diário

22/11/2011 | 00:00


Somente os deuses da bola explicam a situação do Corinthians no Campeonato Brasileiro. Apenas para relembrar os dois últimos jogos, o time não atuou bem, foi sufocado pelos adversários e ganhou seis preciosos pontos.

No meio da semana passada, em Fortaleza, o Ceará perdeu diversas oportunidades. E, no segundo tempo, numa jogada de velocidade, Ramirez marcou um gol que até o mais confiante torcedor já imaginava que não surgiria.

No domingo, no Pacaembu, o Corinthians voltou a jogar mal. Mas o que importa isso para um time que está fadado a ser campeão? O Atlético-MG marcou o primeiro gol, criou outras chances, ameaçou, e no meio do segundo tempo, percebeu que estava enfrentando equipe que já colocou uma mão e três dedos na taça.

A virada espetacular veio com um golaço de Liedson e se consolidou com a marca do até então caricato Adriano.

A abstração da sorte ou os desejos de um ser superior cobrem de bênçãos o Corinthians. O título será uma mera consequência.

Faltam duas rodadas para terminar o Brasileiro. O Timão é líder e está dois pontos na frente do Vasco da Gama, que tem dois clássicos pela frente: Fluminense e Flamengo. O Corinthians enfrenta Figueirense, em Floripa, e Palmeiras. A próxima rodada pode definir o campeão. Basta ao Corinthians vencer o Figueirense e dar empate no clássico Vasco e Fluminense. Vai Corinthians!

PAULISTA DE JUNDIAÍ

A grande imprensa deu pouco destaque para o brilhante Paulista. Se não bastasse a conquista da Copa Paulista, a equipe ganhou vaga na Copa do Brasil.

Jundiaí conhece esse caminho. É a terceira vez que o Paulista chega à mais charmosa competição brasileira do primeiro semestre. Em uma delas, ganhou o título e foi para a Libertadores.

O Comercial foi um adversário valoroso, mas o resultado do primeiro jogo, 2 a 0, dificilmente seria igualado na segunda partida. Mesmo vencendo o jogo de Ribeirão Preto, não deu para o Bafo, pela diferença de gols.

FÓRMULA 1

Não há mais vagas nos hotéis de São Paulo e cidades limítrofes no próximo fim de semana. O movimento do comércio, restaurantes e bares deverá crescer 40%.

Impressionante o magnetismo da Fórmula 1. Mesmo com o Mundial já decidido há algumas semanas, o povo esgotou os ingressos de Interlagos e vai acompanhar de perto os bólidos que encantam os seguidores do esporte.

A cidade de São Paulo deverá arrecadar mais de R$ 300 milhões com a corrida.

Márcio Bernardes é âncora da rede Transamérica de Rádio e professor universitário. www.marciobernardes.com.br

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;