Fechar
Publicidade

Quarta-Feira, 8 de Abril

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Esportes

esportes@dgabc.com.br | 4435-8384

Dorival vê 'apatia geral' e assume responsabilidade por derrota do São Paulo

Reprodução Facebook Diário do Grande ABC - Notícias e informações do Grande ABC: Santo André, São Bernardo, São Caetano, Diadema, Mauá, Ribeirão Pires e Rio Grande da Serra

Dorival criticou a oscilação do time, que teve uma boa atuação no último sábado



19/10/2017 | 08:20


O técnico Dorival Junior assumiu a responsabilidade pela derrota do time do São Paulo, nesta quarta-feira, por 3 a 1 para o Fluminense e disse que a equipe teve uma atuação "inaceitável", dado o contexto da luta contra o rebaixamento no Campeonato Brasileiro.

"Saímos revoltados com o que deixamos de fazer", disse o treinador, em entrevista coletiva depois do jogo. "A apatia preocupa. O problema não é tático, nem técnico, nem falta de garra ou vontade. A apatia foi geral. Isso é inaceitável para uma equipe que vive a situação que vivemos."

Dorival criticou a oscilação do time, que teve uma boa atuação no último sábado, na vitória por 2 a 1 sobre o Atlético-PR no Pacaembu. "Fizemos uma partida completamente diferente três dias atrás. A responsabilidade é toda do treinador, e é natural criar expectativa por conta desses jogos anteriores."

O treinador evitou fazer críticas à arbitragem do jogo no Rio, apesar de apontar erro no segundo pênalti contra o São Paulo, e de ver falta de Gustavo Scarpa em Rodrigo Caio no lance do segundo gol da equipe carioca. "O pênalti não existiu e houve a falta (no Rodrigo Caio). Houve, sim uma omissão. Mas não tem culpa. Não tem como culpar a arbitragem. O resultado é nosso. Ainda que tenha acontecido algo que interferiu no segundo gol, o principal causador foi a nossa atuação, mesmo reconhecendo o mérito do Fluminense."

Dorival ainda reconheceu que o time peca na tentativa de emplacar uma sequência de bons resultados. "Estamos muito distantes de podermos fazer resultados em sequência. Essa é a grande verdade. Não houve relaxamento, estávamos concentrados para o jogo, nossa preocupação era grande e sabíamos que seria importante repetirmos a atuação anterior (contra os paranaenses), mas infelizmente não estamos conseguindo engatilhar vitórias em sequência."

Derrotado, o São Paulo está em 14º lugar no Brasileirão, com 34 pontos, mas pode terminar a rodada na zona de rebaixamento. O seu próximo compromisso será no domingo, no Morumbi, diante do Flamengo.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Dorival vê 'apatia geral' e assume responsabilidade por derrota do São Paulo

Dorival criticou a oscilação do time, que teve uma boa atuação no último sábado


19/10/2017 | 08:20


O técnico Dorival Junior assumiu a responsabilidade pela derrota do time do São Paulo, nesta quarta-feira, por 3 a 1 para o Fluminense e disse que a equipe teve uma atuação "inaceitável", dado o contexto da luta contra o rebaixamento no Campeonato Brasileiro.

"Saímos revoltados com o que deixamos de fazer", disse o treinador, em entrevista coletiva depois do jogo. "A apatia preocupa. O problema não é tático, nem técnico, nem falta de garra ou vontade. A apatia foi geral. Isso é inaceitável para uma equipe que vive a situação que vivemos."

Dorival criticou a oscilação do time, que teve uma boa atuação no último sábado, na vitória por 2 a 1 sobre o Atlético-PR no Pacaembu. "Fizemos uma partida completamente diferente três dias atrás. A responsabilidade é toda do treinador, e é natural criar expectativa por conta desses jogos anteriores."

O treinador evitou fazer críticas à arbitragem do jogo no Rio, apesar de apontar erro no segundo pênalti contra o São Paulo, e de ver falta de Gustavo Scarpa em Rodrigo Caio no lance do segundo gol da equipe carioca. "O pênalti não existiu e houve a falta (no Rodrigo Caio). Houve, sim uma omissão. Mas não tem culpa. Não tem como culpar a arbitragem. O resultado é nosso. Ainda que tenha acontecido algo que interferiu no segundo gol, o principal causador foi a nossa atuação, mesmo reconhecendo o mérito do Fluminense."

Dorival ainda reconheceu que o time peca na tentativa de emplacar uma sequência de bons resultados. "Estamos muito distantes de podermos fazer resultados em sequência. Essa é a grande verdade. Não houve relaxamento, estávamos concentrados para o jogo, nossa preocupação era grande e sabíamos que seria importante repetirmos a atuação anterior (contra os paranaenses), mas infelizmente não estamos conseguindo engatilhar vitórias em sequência."

Derrotado, o São Paulo está em 14º lugar no Brasileirão, com 34 pontos, mas pode terminar a rodada na zona de rebaixamento. O seu próximo compromisso será no domingo, no Morumbi, diante do Flamengo.

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;