Fechar
Publicidade

Domingo, 16 de Maio

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Esportes

esportes@dgabc.com.br | 4435-8384

Recuperado da covid-19, Bruno Schmidt retorna ao Circuito Mundial em Cancún



16/04/2021 | 09:34


A primeira das três etapas consecutivas do Circuito Mundial de Vôlei de Praia em Cancún, no México, começa a ser disputada a partir desta sexta-feira. E, para um dos representantes brasileiros, o torneio será ainda mais especial. Cerca de um mês e meio depois de receber alta hospitalar após ficar internado por uma infecção por conta da covid-19, o campeão olímpico Bruno Schmidt retorna às competições ao lado de Evandro.

"Feliz demais em poder voltar a competir em um torneio grande. Perdi duas etapas de (Circuito) Brasileiro e uma de Mundial. Em momentos como esse, competir está ficando cada vez mais difícil, então temos que dar muito valor aos torneios que temos. Estou longe de qualquer expectativa, de criar projeções. Acho que meu principal objetivo é retomar, me ambientar novamente com esse universo competitivo. Joguei muito pouco, só uma etapa no início do ano em janeiro. Então eu estou atrás de todo mundo, mas ciente de que tenho a crescer, ciente desse processo", afirmou Bruno Schmidt.

Bruno e Evandro só entram em quadra neste sábado, quando começa a chave principal, que tem também Alison/Álvaro Filho e André/George já garantidos do lado masculino.

O "hub" mexicano, como está sendo chamado o conjunto dos três torneios, acontece em formato de bolha no Gran Oasis Hotel Cancun e contará com as principais duplas da modalidade. Esta também será a primeira vez na história do Circuito Mundial que um país receberá três eventos consecutivos da mesma categoria, envolvendo os dois naipes, e no mesmo local.

"Retomar em uma competição grande e em um lugar como esse, Cancún, é muito legal, muito motivante. É bacana estar participando dessa bolha. É uma situação histórica, nunca vivenciada no vôlei de praia", destacou o campeão olímpico Bruno.

No torneio feminino, Ágatha/Duda, Ana Patrícia/Rebecca e Taiana/Talita - que jogam juntas estas três etapas de forma excepcional - já estão garantidas na fase de grupos.

"É um formato diferente, no sistema de bolha, para poder ter os campeonatos, com um tempo menor de intervalo. Está ventando bastante aqui, então a gente vai ter que ter muita paciência. Fisicamente também vai ser puxado, mas acredito que a gente vá se sair bem. Eu e Talita vamos jogar juntas essas três etapas. É um time que a gente sempre se deu bem, jogamos em outras ocasiões, então acredito que vai ser bem natural essa questão de jogar com ela. A gente se conhece, então vai usar isso a nosso favor. E vamos gostar de jogar o jogo, que é o mais importante. Estou super empolgada de voltar a jogar o Circuito Mundial, já que não joguei em Doha, é muito bom estar aqui e com certeza a gente vai dar o nosso melhor sempre", disse Taiana.

O esquema montado na bolha mexicana envolve isolamento absoluto dentro das dependências do hotel. Todos os atletas, membros de comissões técnicas, arbitragem e demais envolvidos nos torneios não poderão sair antes do término ou eliminação do último torneio. Para entrar, cada indivíduo precisa apresentar exame prévio do tipo RT-PCR e realizar novo exame ao chegar, desta vez do tipo antígeno, que será repetido a cada três dias.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Recuperado da covid-19, Bruno Schmidt retorna ao Circuito Mundial em Cancún


16/04/2021 | 09:34


A primeira das três etapas consecutivas do Circuito Mundial de Vôlei de Praia em Cancún, no México, começa a ser disputada a partir desta sexta-feira. E, para um dos representantes brasileiros, o torneio será ainda mais especial. Cerca de um mês e meio depois de receber alta hospitalar após ficar internado por uma infecção por conta da covid-19, o campeão olímpico Bruno Schmidt retorna às competições ao lado de Evandro.

"Feliz demais em poder voltar a competir em um torneio grande. Perdi duas etapas de (Circuito) Brasileiro e uma de Mundial. Em momentos como esse, competir está ficando cada vez mais difícil, então temos que dar muito valor aos torneios que temos. Estou longe de qualquer expectativa, de criar projeções. Acho que meu principal objetivo é retomar, me ambientar novamente com esse universo competitivo. Joguei muito pouco, só uma etapa no início do ano em janeiro. Então eu estou atrás de todo mundo, mas ciente de que tenho a crescer, ciente desse processo", afirmou Bruno Schmidt.

Bruno e Evandro só entram em quadra neste sábado, quando começa a chave principal, que tem também Alison/Álvaro Filho e André/George já garantidos do lado masculino.

O "hub" mexicano, como está sendo chamado o conjunto dos três torneios, acontece em formato de bolha no Gran Oasis Hotel Cancun e contará com as principais duplas da modalidade. Esta também será a primeira vez na história do Circuito Mundial que um país receberá três eventos consecutivos da mesma categoria, envolvendo os dois naipes, e no mesmo local.

"Retomar em uma competição grande e em um lugar como esse, Cancún, é muito legal, muito motivante. É bacana estar participando dessa bolha. É uma situação histórica, nunca vivenciada no vôlei de praia", destacou o campeão olímpico Bruno.

No torneio feminino, Ágatha/Duda, Ana Patrícia/Rebecca e Taiana/Talita - que jogam juntas estas três etapas de forma excepcional - já estão garantidas na fase de grupos.

"É um formato diferente, no sistema de bolha, para poder ter os campeonatos, com um tempo menor de intervalo. Está ventando bastante aqui, então a gente vai ter que ter muita paciência. Fisicamente também vai ser puxado, mas acredito que a gente vá se sair bem. Eu e Talita vamos jogar juntas essas três etapas. É um time que a gente sempre se deu bem, jogamos em outras ocasiões, então acredito que vai ser bem natural essa questão de jogar com ela. A gente se conhece, então vai usar isso a nosso favor. E vamos gostar de jogar o jogo, que é o mais importante. Estou super empolgada de voltar a jogar o Circuito Mundial, já que não joguei em Doha, é muito bom estar aqui e com certeza a gente vai dar o nosso melhor sempre", disse Taiana.

O esquema montado na bolha mexicana envolve isolamento absoluto dentro das dependências do hotel. Todos os atletas, membros de comissões técnicas, arbitragem e demais envolvidos nos torneios não poderão sair antes do término ou eliminação do último torneio. Para entrar, cada indivíduo precisa apresentar exame prévio do tipo RT-PCR e realizar novo exame ao chegar, desta vez do tipo antígeno, que será repetido a cada três dias.

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;