Fechar
Publicidade

Domingo, 16 de Maio

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Esportes

esportes@dgabc.com.br | 4435-8384

Jogo do Mato-grossense tem tiro de bala de borracha e atletas na delegacia



15/04/2021 | 21:37


O jogo entre Aquidauanense e Águia Negra, nesta quinta-feira, no Estádio Noroeste, em Aquidauana, pela décima rodada do Campeonato Mato-grossense, foi marcado por cenas lamentáveis. Os jogadores das duas equipes protagonizaram uma briga generalizada aos 27 minutos do segundo tempo, após Pedro, do Aquidauanense, se desentender com o técnico Rodrigo Casca, do Águia Negra.

A Polícia Militar entrou no gramado para controlar a situação e deixou os ânimos ainda mais aflorados. Um policial deu um tiro de bala de borracha para o chão e, segundo informação da Rádio Avenida FM, ele acertou o pé do meia Rafael Xavier, do Águia Negra.

Além disso, a PM deu voz de prisão do zagueiro Virgulino, também do Águia Negra, por desacato. O jogador teria chamado o policial de vagabundo.

Diante deste cenário, o árbitro encerrou o jogo por falta de segurança, mas, minutos depois de conversar com os capitães das equipes, voltou atrás e reiniciou o confronto. A partida terminou com vitória da Aquidauanense por 3 a 1. Após o jogo, Rafael Xavier e Virgulino foram levados para a delegacia para o registro da ocorrência.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Jogo do Mato-grossense tem tiro de bala de borracha e atletas na delegacia


15/04/2021 | 21:37


O jogo entre Aquidauanense e Águia Negra, nesta quinta-feira, no Estádio Noroeste, em Aquidauana, pela décima rodada do Campeonato Mato-grossense, foi marcado por cenas lamentáveis. Os jogadores das duas equipes protagonizaram uma briga generalizada aos 27 minutos do segundo tempo, após Pedro, do Aquidauanense, se desentender com o técnico Rodrigo Casca, do Águia Negra.

A Polícia Militar entrou no gramado para controlar a situação e deixou os ânimos ainda mais aflorados. Um policial deu um tiro de bala de borracha para o chão e, segundo informação da Rádio Avenida FM, ele acertou o pé do meia Rafael Xavier, do Águia Negra.

Além disso, a PM deu voz de prisão do zagueiro Virgulino, também do Águia Negra, por desacato. O jogador teria chamado o policial de vagabundo.

Diante deste cenário, o árbitro encerrou o jogo por falta de segurança, mas, minutos depois de conversar com os capitães das equipes, voltou atrás e reiniciou o confronto. A partida terminou com vitória da Aquidauanense por 3 a 1. Após o jogo, Rafael Xavier e Virgulino foram levados para a delegacia para o registro da ocorrência.

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;