Fechar
Publicidade

Quinta-Feira, 28 de Janeiro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Setecidades

setecidades@dgabc.com.br | 4435-8319

Funcionários da Metodista mantêm estado de greve

Professores e administrativos temem que acordo não seja cumprido pela instituição


Flavia Kurotori
Do Diário do Grande ABC

04/03/2020 | 00:01


Professores e auxiliares administrativos da Universidade Metodista de São Paulo, em São Bernardo, permanecem em estado de greve e assembleia permanente. Os profissionais temem que o acordo ofertado pela instituição não seja cumprido. A minuta prevê parcelamento em oito meses, a partir de maio, dos salários atrasados desde novembro, além do 13º salário e valor equivalente a um terço de férias de 2019.

“A Metodista ignorou totalmente os ofícios”, afirmou Edilene Arjoni, presidente do Sinpro ABC (Sindicato dos Professores do ABC), em referência à contraproposta enviada em janeiro e pedido de garantia entregue em fevereiro juntamente com o Saae (Sindicato dos Auxiliares de Administração Escolar).

Na proposta, a instituição também garante regularização dos pagamentos deste ano, o que está sendo feito até o momento. Contudo, não inclui as multas por atraso, a dobra de férias (quantia paga quando os valores do recesso remunerado não são pagos em dia) e o FGTS (Fundo de Garantia do Tempo de Serviço), que não é depositado desde 2015. 

No mês passado, parte dos trabalhadores recebeu o pagamento de novembro, porém, pelo menos 30 dos cerca de 350 professores não foram contemplados. “Estamos apostando que a Metodista valide sua importância e priorize o pagamento dos salários”, assinalou uma docente, que não quis ser identificada.

Próximos passos da mobilização serão decididos em assembleia no dia 10, às 18h, em frente à entrada da Rua Sacramento do campus Rudge Ramos. 

Questionada, a universidade não se posicionou até o fechamento desta edição.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Funcionários da Metodista mantêm estado de greve

Professores e administrativos temem que acordo não seja cumprido pela instituição

Flavia Kurotori
Do Diário do Grande ABC

04/03/2020 | 00:01


Professores e auxiliares administrativos da Universidade Metodista de São Paulo, em São Bernardo, permanecem em estado de greve e assembleia permanente. Os profissionais temem que o acordo ofertado pela instituição não seja cumprido. A minuta prevê parcelamento em oito meses, a partir de maio, dos salários atrasados desde novembro, além do 13º salário e valor equivalente a um terço de férias de 2019.

“A Metodista ignorou totalmente os ofícios”, afirmou Edilene Arjoni, presidente do Sinpro ABC (Sindicato dos Professores do ABC), em referência à contraproposta enviada em janeiro e pedido de garantia entregue em fevereiro juntamente com o Saae (Sindicato dos Auxiliares de Administração Escolar).

Na proposta, a instituição também garante regularização dos pagamentos deste ano, o que está sendo feito até o momento. Contudo, não inclui as multas por atraso, a dobra de férias (quantia paga quando os valores do recesso remunerado não são pagos em dia) e o FGTS (Fundo de Garantia do Tempo de Serviço), que não é depositado desde 2015. 

No mês passado, parte dos trabalhadores recebeu o pagamento de novembro, porém, pelo menos 30 dos cerca de 350 professores não foram contemplados. “Estamos apostando que a Metodista valide sua importância e priorize o pagamento dos salários”, assinalou uma docente, que não quis ser identificada.

Próximos passos da mobilização serão decididos em assembleia no dia 10, às 18h, em frente à entrada da Rua Sacramento do campus Rudge Ramos. 

Questionada, a universidade não se posicionou até o fechamento desta edição.

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;