Fechar
Publicidade

Terça-Feira, 26 de Janeiro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Setecidades

setecidades@dgabc.com.br | 4435-8319

País tem dez uniões gays por dia


Daniel Macário

10/12/2014 | 07:00


Após a resolução número 175 do CNJ (Conselho Nacional de Justiça) determinar que os cartórios realizassem a união civil entre pessoas do mesmo sexo, o Brasil registrou em 2013 total de 3.701 casamentos entre cônjuges homossexuais. Os dados da pesquisa Estatística de Registro Civil, divulgados ontem pela primeira vez pelo IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística), mostram que, em média, são realizadas dez uniões por dia em todo território brasileiro.

Segundo o levantamento, a maioria dos casamentos civis entre pessoas do mesmo sexo foi realizada no Estado de São Paulo, com mais da metade das uniões, cerca de 52,5%, onde foram registradas 1.945 cerimônias homoafetivas. Levando em consideração as regiões do País, o Sudeste, com 65,1%, concentrava o maior percentual de casamentos de cônjuges do mesmo sexo, seguido pelo Sul (14,2%), Nordeste (13,4%), Centro-Oeste (5,8%) e Norte (1,5%).

Do montante, 1.926 casamentos foram entre cônjuges femininos, que tiveram o maior número de uniões em São Paulo (1.048). Para os casais masculinos, que totalizaram 1.775 casamentos, São Paulo também teve o maior percentual entre os Estados brasileiros, com 897 uniões.

O cabeleireiro Marco Aurélio Manoel Santana, 37 anos, é um dos brasileiros homossexuais que oficializaram união no ano passado. Ao lado do segurança Felipe Manoel Santana, 32, o morador de Rio Grande da Serra realizou a cerimônia em maio do ano passado. “Sempre tive o sonho de me casar. Conheci o Felipe em uma festa aqui em casa. Na época ele morava em Guarulhos e ambos tínhamos acabado de terminar relacionamentos. Depois de algumas conversas, percebemos que um completava o outro. Dali para frente acabamos optando por oficializar a união”, revela o cabeleireiro, que relata as dificuldades que enfrentou durante o processo do casamento.“Nos conhecemos há dois anos e, no início, tínhamos problema de aceitação por parte de nossas famílias. Muitos rejeitaram nossa união. Entretanto, depois do casamento, a família de meu companheiro começou a nos apoiar e, atualmente, até nos visita aqui em casa.”

Após a união, o casal busca agora concretizar mais um sonho. “Estamos há um ano buscando a adoção de uma criança no Fórum de Rio Grande da Serra. Nosso objetivo é ser uma família completa e feliz.”

Apesar da procura, o tipo de união homoafetiva ainda representa parcela muito pequena. Dos 1.048.776 casamentos registrados no País no ano passado, somente 0,35% foi entre gays.

Registros crescem 1,1% no período de um ano

Segundo dados da pesquisa Estatística de Registro Civil, no ano passado foram registrados 1.052.477 casamentos em todo território brasileiro. O número representa 11.037 (1,1%) uniões a mais que no ano anterior.

Se levados em consideração somente os registros de casamentos entre os cônjuges masculino e feminino foram 1.048.776 uniões, com maior concentração no Sudeste (48,2%), seguido por Nordeste (23,4%), Sul (12,7%), Centro-Oeste (8,5%), e Norte (72,%).

Os casamentos entre cônjuges masculino e feminino solteiros permaneceram como majoritários em relação aos outros estados civis. Entretanto, essa tendência vem diminuindo gradualmente, segundo o levantamento, com redução de 10% entre 2003 e 2013.

Em paralelo, houve crescimento da proporção de recasamentos, representando 23% do total das uniões formalizadas em 2013, contra 13,1% e 17% observados, respectivamente, em 2003 e 2008. 



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

País tem dez uniões gays por dia

Daniel Macário

10/12/2014 | 07:00


Após a resolução número 175 do CNJ (Conselho Nacional de Justiça) determinar que os cartórios realizassem a união civil entre pessoas do mesmo sexo, o Brasil registrou em 2013 total de 3.701 casamentos entre cônjuges homossexuais. Os dados da pesquisa Estatística de Registro Civil, divulgados ontem pela primeira vez pelo IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística), mostram que, em média, são realizadas dez uniões por dia em todo território brasileiro.

Segundo o levantamento, a maioria dos casamentos civis entre pessoas do mesmo sexo foi realizada no Estado de São Paulo, com mais da metade das uniões, cerca de 52,5%, onde foram registradas 1.945 cerimônias homoafetivas. Levando em consideração as regiões do País, o Sudeste, com 65,1%, concentrava o maior percentual de casamentos de cônjuges do mesmo sexo, seguido pelo Sul (14,2%), Nordeste (13,4%), Centro-Oeste (5,8%) e Norte (1,5%).

Do montante, 1.926 casamentos foram entre cônjuges femininos, que tiveram o maior número de uniões em São Paulo (1.048). Para os casais masculinos, que totalizaram 1.775 casamentos, São Paulo também teve o maior percentual entre os Estados brasileiros, com 897 uniões.

O cabeleireiro Marco Aurélio Manoel Santana, 37 anos, é um dos brasileiros homossexuais que oficializaram união no ano passado. Ao lado do segurança Felipe Manoel Santana, 32, o morador de Rio Grande da Serra realizou a cerimônia em maio do ano passado. “Sempre tive o sonho de me casar. Conheci o Felipe em uma festa aqui em casa. Na época ele morava em Guarulhos e ambos tínhamos acabado de terminar relacionamentos. Depois de algumas conversas, percebemos que um completava o outro. Dali para frente acabamos optando por oficializar a união”, revela o cabeleireiro, que relata as dificuldades que enfrentou durante o processo do casamento.“Nos conhecemos há dois anos e, no início, tínhamos problema de aceitação por parte de nossas famílias. Muitos rejeitaram nossa união. Entretanto, depois do casamento, a família de meu companheiro começou a nos apoiar e, atualmente, até nos visita aqui em casa.”

Após a união, o casal busca agora concretizar mais um sonho. “Estamos há um ano buscando a adoção de uma criança no Fórum de Rio Grande da Serra. Nosso objetivo é ser uma família completa e feliz.”

Apesar da procura, o tipo de união homoafetiva ainda representa parcela muito pequena. Dos 1.048.776 casamentos registrados no País no ano passado, somente 0,35% foi entre gays.

Registros crescem 1,1% no período de um ano

Segundo dados da pesquisa Estatística de Registro Civil, no ano passado foram registrados 1.052.477 casamentos em todo território brasileiro. O número representa 11.037 (1,1%) uniões a mais que no ano anterior.

Se levados em consideração somente os registros de casamentos entre os cônjuges masculino e feminino foram 1.048.776 uniões, com maior concentração no Sudeste (48,2%), seguido por Nordeste (23,4%), Sul (12,7%), Centro-Oeste (8,5%), e Norte (72,%).

Os casamentos entre cônjuges masculino e feminino solteiros permaneceram como majoritários em relação aos outros estados civis. Entretanto, essa tendência vem diminuindo gradualmente, segundo o levantamento, com redução de 10% entre 2003 e 2013.

Em paralelo, houve crescimento da proporção de recasamentos, representando 23% do total das uniões formalizadas em 2013, contra 13,1% e 17% observados, respectivamente, em 2003 e 2008. 

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;