Fechar
Publicidade

Domingo, 12 de Julho

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Esportes

esportes@dgabc.com.br | 4435-8384

Brasil reencontra Suécia na semi após goleada na 1ª fase

CBF Diário do Grande ABC - Notícias e informações do Grande ABC: Santo André, São Bernardo, São Caetano, Diadema, Mauá, Ribeirão Pires e Rio Grande da Serra

Time aplicou 5 a 1 pela etapa de grupos, mas jogadoras alertam que decisão de vaga na final será diferente


Felipe Simões
Do DIário do Grande ABC

16/08/2016 | 07:00


A Seleção Brasileira Feminina de Futebol encara às 13h de hoje, no Maracanã, uma velha conhecida na disputa por vaga na final: a Suécia. As equipes se encontraram na fase de grupos e o Brasil não tomou conhecimento das europeias – aplicou incontestáveis 5 a 1. Agora, no entanto, a história é outra, conforme alerta a atacante Marta.

“Aquele foi um jogo de (fase de) grupo. Lógico que a postura é diferente. Amanhã (hoje), é matar ou morrer. Temos de pensar que precisamos fazer tudo de novo. O que mostramos contra elas (Suécia) não vai valer se não fizermos de novo”, disse a camisa 10, eleita cinco vezes a melhor jogadora do mundo.

Um “pouco resfriada”, como ela revelou aos jornalistas, Marta avisou que o pênalti perdido na disputa contra a Austrália, pelas quartas de final, já ficou no passado.

“É hora de pensar no jogo de amanhã (hoje). Se ficar muito voltada para a partida do Mineirão (contra a Austrália), a gente acaba perdendo o foco. Não há tempo para pensar o que foi. É Suécia, semifinal. Buscar uma vitória para ir para a final”, completou.

Outra que pediu atenção foi a atacante Andressa Alves, que lembrou a eliminação dos Estados Unidos, atuais campeões olímpicos, para a Suécia.

“Elas (suecas) eliminaram a atual campeã e estão muito confiantes”, considerou a camisa 9.

A única dúvida do técnico Vadão é Cristiane, que ainda se recupera de lesão muscular na coxa direita. Sem estar 100%, ela só deve entrar em caso de necessidade de resultado.

Na outra semifinal, Alemanha e Canadá se enfrentam, às 16h, no Mineirão.

Micale exalta ‘casca’ criada por equipe masculina depois das críticas

As críticas recebidas pela Seleção Brasileira Masculina de Futebol após empates contra África do Sul e Iraque fizeram a equipe criar uma ‘casca’. E o fato foi encarado de forma positiva pelo técnico Rogério Micale.

“As coisas não aconteceram da forma que esperávamos. Houve um momento de questionamento, mas a equipe suportou, criou essa ‘casca’ e nos deu força. Foi bom para nos fortalecer, acredito que chegamos mais fortes à decisão”, avaliou.

PARA DEPOIS

Ontem, a CBF divulgou que, em virtude da fase final dos Jogos Olímpicos, decidiu adiar a convocação para partidas das Eliminatórias da Copa do Mundo de 2018, que seria hoje, para segunda-feira, dia 22, às 11h.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Brasil reencontra Suécia na semi após goleada na 1ª fase

Time aplicou 5 a 1 pela etapa de grupos, mas jogadoras alertam que decisão de vaga na final será diferente

Felipe Simões
Do DIário do Grande ABC

16/08/2016 | 07:00


A Seleção Brasileira Feminina de Futebol encara às 13h de hoje, no Maracanã, uma velha conhecida na disputa por vaga na final: a Suécia. As equipes se encontraram na fase de grupos e o Brasil não tomou conhecimento das europeias – aplicou incontestáveis 5 a 1. Agora, no entanto, a história é outra, conforme alerta a atacante Marta.

“Aquele foi um jogo de (fase de) grupo. Lógico que a postura é diferente. Amanhã (hoje), é matar ou morrer. Temos de pensar que precisamos fazer tudo de novo. O que mostramos contra elas (Suécia) não vai valer se não fizermos de novo”, disse a camisa 10, eleita cinco vezes a melhor jogadora do mundo.

Um “pouco resfriada”, como ela revelou aos jornalistas, Marta avisou que o pênalti perdido na disputa contra a Austrália, pelas quartas de final, já ficou no passado.

“É hora de pensar no jogo de amanhã (hoje). Se ficar muito voltada para a partida do Mineirão (contra a Austrália), a gente acaba perdendo o foco. Não há tempo para pensar o que foi. É Suécia, semifinal. Buscar uma vitória para ir para a final”, completou.

Outra que pediu atenção foi a atacante Andressa Alves, que lembrou a eliminação dos Estados Unidos, atuais campeões olímpicos, para a Suécia.

“Elas (suecas) eliminaram a atual campeã e estão muito confiantes”, considerou a camisa 9.

A única dúvida do técnico Vadão é Cristiane, que ainda se recupera de lesão muscular na coxa direita. Sem estar 100%, ela só deve entrar em caso de necessidade de resultado.

Na outra semifinal, Alemanha e Canadá se enfrentam, às 16h, no Mineirão.

Micale exalta ‘casca’ criada por equipe masculina depois das críticas

As críticas recebidas pela Seleção Brasileira Masculina de Futebol após empates contra África do Sul e Iraque fizeram a equipe criar uma ‘casca’. E o fato foi encarado de forma positiva pelo técnico Rogério Micale.

“As coisas não aconteceram da forma que esperávamos. Houve um momento de questionamento, mas a equipe suportou, criou essa ‘casca’ e nos deu força. Foi bom para nos fortalecer, acredito que chegamos mais fortes à decisão”, avaliou.

PARA DEPOIS

Ontem, a CBF divulgou que, em virtude da fase final dos Jogos Olímpicos, decidiu adiar a convocação para partidas das Eliminatórias da Copa do Mundo de 2018, que seria hoje, para segunda-feira, dia 22, às 11h.

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;