Fechar
Publicidade

Quarta-Feira, 16 de Junho

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Esportes

esportes@dgabc.com.br | 4435-8384

Árbitro de vídeo funciona e salva Espanha de vexame

Marrocos vencia até os acréscimos, quando Aspas fez gol em posição legal e empatou


Anderson Fattori
Do Diário do Grande ABC

26/06/2018 | 07:00


O árbitro de vídeo salvou a Espanha da derrota para o Marrocos, que, se não a eliminaria da Copa graças ao empate por 1 a 1 entre Portugal e Irã, seria, no mínimo, humilhante para seleção que chegou ao Mundial com status de favorita ao título. No fim, a igualdade por 2 a 2 ainda garantiu a liderança do Grupo A e confronto com a Rússia, nas oitavas de final.

A Espanha dominou completamente a posse de bola – 69% contra 31% –, mas era menos eficiente que o Marrocos, que, quando aparecia no ataque, levava perigo. O primeiro gol, aliás, saiu aos 13, em lance dominado pelos espanhóis. Boutai roubou no meio do campo, avançou e abriu o marcador.

A qualidade de Iniesta fez a diferença e, após cruzamento, a Espanha empatou, na sequência, aos 18, com Isco.
Depois disso, o jogo seguiu com a Espanha trocando passes e o Marrocos contra-atacando até que, aos 36 minutos do segundo tempo, El-Nesyri colocou os africanos em vantagem.

Na base do desespero, a Espanha avançou suas linhas e empatou aos 46 minutos. Aspas completou de letra cruzamento de Carvajal e fez um golaço. No primeiro momento, o auxiliar de campo marcou impedimento, mas, após a revisão pelo árbitro de vídeo, foi constatado que o atacante estava em condição legal e o gol foi confirmado, livrando os espanhóis do vexame. 



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.


Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;