Fechar
Publicidade

Sábado, 4 de Dezembro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

nacional@dgabc.com.br | 4435-8301

90% dos municípios brasileiros não têm conselho contra drogas



22/06/2009 | 07:00


O secretário nacional Antidrogas, Paulo Roberto Uchôa, disse que mais de 90% dos municípios brasileiros não têm conselho ou núcleo consultivo como prevê a Política Nacional Antidrogas. "Infelizmente, estamos ainda chegando a 10%", afirmou Uchôa, que considera a droga um problema universal. "Não existe família no Brasil ou no mundo que garanta ou que possa dizer que na minha família droga não entra."

Segundo o secretário, o conselho é fundamental para que haja políticas e, portanto, metas, objetivos e diretrizes de ação preventiva. "Todos os municípios estão suscetíveis. A cidade tem que se fortalecer, capacitar lideranças e orientar a juventude."

Paulo Roberto Uchôa disse que o Poder Público deve desenvolver políticas articuladas para reduzir o consumo de drogas e que, em nível local, devem ser formuladas pelo conselho, formado de representantes da prefeitura e da comunidade.

Amanhã, Uchoa e o ministro do Gabinete de Segurança Institucional da Presidência da República, Jorge Armando Felix, a quem a Senad (Secretaria Nacional Antidrogas) é vinculada, premiarão vencedores de concursos nacionais de fotografias, jingles, cartazes e monografias sobre drogas, além de condecorar personalidades que tenham contribuído com a política nacional do setor.

Na quarta-feira, o Unodc (Escritório das Nações Unidas sobre Drogas e Crime) encerra a Semana Nacional de Prevenção ao Uso de Drogas com o lançamento, em Brasília, do Relatório Mundial Sobre Drogas 2009, que fará uma análise do mercado de drogas ilegais em todos os países.



Quer receber em primeira mão as notícias das sete cidades do Grande ABC?

Entre no nosso grupo de WhatsApp. 
Clique aqui.
 

Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.


Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;