Fechar
Publicidade

Quinta-Feira, 2 de Abril

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Economia

soraiapedrozo@dgabc.com.br | 4435-8057

Caixa vai financiar exportação a partir do segundo semestre



17/04/2008 | 07:04


A Caixa Econômica Federal começará a financiar exportações no segundo semestre deste ano por meio de um projeto piloto e passará a oferecer produtos de apoio ao comércio exterior em todo o Brasil no ano que vem.


A informação foi dada ontem pelo gerente nacional da instituição para a área internacional, Mário Ricardo Maia, que disse que o local do projeto piloto ainda não foi decidido. “A Caixa vai focar no apoio às exportações de micro, pequenas e médias empresas”, revelou Maia, lembrando que a instituição é forte no segmento. O banco disponibilizou R$ 24 bilhões em crédito empresarial no ano passado, sendo 94% disso para empresas desse porte.


Sempre houve uma divisão de atividades entre a Caixa e o Banco do Brasil, sob o argumento de que um não deveria competir com o outro. Com o interesse do BB pelo crédito imobiliário, a divisão foi rompida. “Não vamos competir com o Banco do Brasil, vamos somar esforços”, garantiu Maia.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Caixa vai financiar exportação a partir do segundo semestre


17/04/2008 | 07:04


A Caixa Econômica Federal começará a financiar exportações no segundo semestre deste ano por meio de um projeto piloto e passará a oferecer produtos de apoio ao comércio exterior em todo o Brasil no ano que vem.


A informação foi dada ontem pelo gerente nacional da instituição para a área internacional, Mário Ricardo Maia, que disse que o local do projeto piloto ainda não foi decidido. “A Caixa vai focar no apoio às exportações de micro, pequenas e médias empresas”, revelou Maia, lembrando que a instituição é forte no segmento. O banco disponibilizou R$ 24 bilhões em crédito empresarial no ano passado, sendo 94% disso para empresas desse porte.


Sempre houve uma divisão de atividades entre a Caixa e o Banco do Brasil, sob o argumento de que um não deveria competir com o outro. Com o interesse do BB pelo crédito imobiliário, a divisão foi rompida. “Não vamos competir com o Banco do Brasil, vamos somar esforços”, garantiu Maia.

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;