Fechar
Publicidade

Sábado, 29 de Janeiro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

setecidades@dgabc.com.br | 4435-8319

Estado inicia reforma das estações São Caetano e Utinga da CPTM

André Henriques/ DGABC Diário do Grande ABC - Notícias e informações do Grande ABC: Santo André, São Bernardo, São Caetano, Diadema, Mauá, Ribeirão Pires e Rio Grande da Serra

Locais vão passar por obras de acessibilidade e consumir R$ 52 milhões; prazo para conclusão é de 18 meses


Daniel Tossato
Do Diário do Grande ABC

12/08/2021 | 00:01


O secretário de Transportes Metropolitano do Estado de São Paulo, Alexandre Baldy, assinou na manhã de ontem ordem de serviço para modernizar as estações Utinga, em Santo André, e Prefeito Walter Braido, em São Cetano, que integram a Linha 10 - Turquesa da CPTM (Companhia Paulista de Trens Metropolitanos). Com aporte de R$ 52 milhões, as obras deverão ser entregues dentro de 18 meses e visam resolver problemas de acessibilidade, assim como diminuir o tempo de espera entre os trens. Do montante, a Estação São Caetano receberá R$ 30 milhões, enquanto Utinga ficará com R$ 22 milhões.

“Hoje (ontem) assinamos a ordem de serviço, que é realmente o início das obras. Anunciar que essas duas estações passarão a oferecer um melhor serviço é uma grande satisfação, além do dever cumprido do governo de São Paulo junto aos passageiros e à população da região do (Grande) ABC”, declarou o titular da pasta.

Além de Baldy, o evento contou com a presença do prefeito de São Caetano, Tite Campanella (Cidadania), a deputada estadual por São Bernardo Carla Morando (PSDB), o deputado estadual por São Caetano Thiago Auricchio (PL), além do presidente da CPTM, Pedro Moro.

Com a obra, a Estação São Caetano vai ganhar quatro elevadores e rampas de acessibilidade para usuários que necessitem dos equipamentos e dos acessos. O prédio da estação tem 48 anos, já que foi inaugurado em 1973. Atualmente, o equipamento possui 3.400 metros quadrados de área construída e, com a nova estrutura, passará a ter 6.500 metros quadrados.

Já na parada de Utinga, as intervenções vão contemplar a instalação de dois elevadores para travessia da passarela existente entre plataformas e construção de rampa no acesso da Avenida da Paz. A Estação Utinga foi construída em 1933, mas o prédio atual é de 1960 e a última grande reforma foi feita em 1976. O local possui 1.783 metros quadrados de área construída e passará a ter 1.894.

“As obras começam hoje (ontem), com movimentação de canteiro e a gente tem prazo contratual de 18 meses para entregar. O objetivo é dar acessibilidade para as estações e uma repaginada em todas as instalações que há nas estações”, declarou Pedro Moro.

Após assinar a ordem de serviço, o grupo caminhou pelas instalações da Estação São Caetano e realizou espécie de vistoria nas plataformas e também nas partes internas do prédio.

As reformas fazem parte de projeto da CPTM que visa modernizar toda a Linha 10 - Turquesa. Em março, a companhia abriu processo de licitação para a contratação de empresa que fará as obras de adequação nas estações. O Diário já revelou que a morosidade nas intervenções da malha ferroviária da CPTM é alvo de questionamentos por parte do TCE (Tribunal de Contas do Estado) e de investigação no Ministério Público.

Baldy diz que desapropriações do BRT já começaram

Depois de dizer no início do mês que as obras para a construção do BRT ABC iriam começar com três meses de atraso em razão de problemas com a documentação das desapropriações, ontem o secretário de Transportes Metropolitano do Estado, Alexandre Baldy, afirmou que as desapropriações previstas já estão ocorrendo e que são de responsabilidade do consórcio Next Mobilidade, formado para viabilizar o projeto do modal. Conforme o titular da pasta, essa é a primeira vez que empresas particulares realizam a desocupação dos imóveis que estão no caminho do BRT.

“As desapropriações já começaram, mas não sei dizer números, porque, pela primeira vez, elas são de responsabilidade do consórcio (Next Mobilidade). O Estado não vai investir R$ 1 dos cofres do orçamento”, afirmou Baldy. O BRT custará R$ 860 milhões em investimentos privados. Todo o projeto será bancado pela Metra, que criou a marca Next Mobilidade para gerenciar o projeto, e teve o contrato de concessão do Corredor ABD, que venceria em 2022, ampliado em 25 anos, ou seja, vai poder operar o sistema até 2046 em troca de se responsabilizar pela construção do modal. Baldy reafirmou que o BRT ABC terá início no fim de 2022.

O secretário também falou sobre o andamento do projeto da Linha 20 - Rosa do Metrô, que também vai ligar a região à Capital – proposta, conforme texto do edital, é fazer a conexão da Estação Santo André com a Lapa, na Zona Oeste de São Paulo. De acordo com Baldy, os projetos estão em andamento e o Metrô abriu processo licitatório para contratação do serviço de espécie de consultoria financeira na tentativa de viabilizar a implantação da linha. “A elaboração dos projetos está em andamento. O Metrô publicou há poucos dias a contratação de um advisor, instituição que tem renomada condição, seja o Banco Mundial ou o IFC (International Finance Corporation), como fez para as linhas 8 (Diamante) e (Linha) 9 (Esmeralda, da CPTM), ou seja o BID (Banco Interamericano de Desenvolvimento), ou qualquer outra que tenha interesse eventual de poder modelar essa nova Linha 20”, afirmou.

Já sobre a Estação Pirelli da CPTM (Companhia Paulista de Trens Metropolitanos), em Santo André, Baldy disse que a ideia de reativar a parada continua como uma das prioridades da pasta. “Não foi descartado o projeto, importante esclarecer que a Prefeitura (de Santo André) vem dialogando com empresários para viabilizar a obra. O governo do Estado colocou os recursos necessários por meio da CPTM para que a gente possa construir a estação”, afirmou. 



Quer receber em primeira mão as notícias das sete cidades do Grande ABC?

Entre no nosso grupo de WhatsApp. 
Clique aqui.
 

Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.


Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;