Fechar
Publicidade

Domingo, 22 de Maio

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

internacional@dgabc.com.br | 4435-8301

Hamas acusa EUA de tentar provocar uma guerra civil palestina


Da AFP

31/01/2007 | 10:31


O Hamas acusou nesta quarta-feira o governo dos Estados Unidos de tentar provocar uma guerra civil ao destinar milhões de dólares para fortalecer seu rival, o partido Fatah. Ao mesmo tempo em que os grupos adversários liberavam seus reféns e o cessar-fogo era respeitado pelo segundo dia consecutivo em Gaza.

A acusação do Hamas foi feita depois que Washington anunciou uma ajuda de mais de US$ 86 milhões para as forças de segurança fiéis ao presidente Mahmud Abbas, líder do Fatah. "Cada vez que a administração americana vê que chegamos a um acordo, envia Condoleezza Rice para prejudicar o ambiente ou anuncia uma ajuda financeira", disse o porta-voz do Hamas, Ismail Radwan.

Ghazi Hamad, porta-voz do governo do Hamas (acrônimo em árabe do Movimento de Resistência Islâmica), denunciou uma "interferência americana flagrante nos assuntos palestinos para manter a divisão e as lutas internas".

O governo palestino saudou, porém, em um comunicado, as conclusões de uma comissão parlamentar britânica que critica o boicote internacional ao gabinete do Hamas. Ao elogiar a "ação corajosa" da Câmara dos Comuns britânica, o governo palestino pediu ao Ocidente uma revisão da política de "boicote e isolamento" a seu respeito.

A comissão parlamentar britânica afirmou que a decisão de boicotar o governo palestino era "de pouca confiança" e poderia levar a um aumento da violência. Nesta quarta-feira, Hamas e Fatah anunciaram o início da troca de reféns, como estabelece o cessar-fogo acordado entre ambos.

“O ambiente é melhor, mas a força executiva (controlada pelo governo do Hamas) permanece mobilizada nas ruas, o que provoca tensões e não ajuda o restabelecimento da confiança entre os dois movimentos", acrescentou.



Quer receber em primeira mão as notícias das sete cidades do Grande ABC?

Entre no nosso grupo de WhatsApp. 
Clique aqui.
 

Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.


Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;