Fechar
Publicidade

Domingo, 1 de Agosto

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Esportes

esportes@dgabc.com.br | 4435-8384

Santo André, de grande a azarão


Dérek Bittencourt
Do Diário do Grande ABC

16/07/2011 | 07:32


A partir de amanhã, o Santo André inicia a caminhada na Série C do Campeonato Brasileiro carregando dois status completamente opostos consigo. Costumeiramente citado como um dos clubes grandes quando se fala na edição 2011 do torneio - junto de Fortaleza e Paysandu - é também visto como o azarão do Grupo D, afinal encontra adversários que atravessam fases melhores. Os jogadores e o técnico Sandro Gaúcho não descartam tais alcunhas e preferem dar a resposta dentro de campo.

A Chapecoense foi campeã catarinense deste ano. O Joinville conquistou a Copa Santa Catarina no domingo. O Caxias foi vice do primeiro turno gaúcho. E apenas o Brasil de Pelotas vive momento de indefinição após não conseguir o acesso para a elite do Rio Grande do Sul. O Ramalhão, por sua vez, vem de dois rebaixamentos seguidos, justamente para a Série C e mais recentemente para a Série A-2 do Campeonato Paulista.

"Existe muita dúvida e expectativa em cima da gente pelos descensos seguidos. Muitos dizem que nosso time vai cair (para a Série D), outros que não vamos subir, mas só em campo vamos poder mostrar nossas forças e provar o contrário", destacou o treinador. "É melhor que pensem que somos azarões, porque a partir daí poderemos dar a volta por cima", emendou o atacante Cristiano Brasília.

De acordo com o goleiro André Luís, uma das principais vozes ativas do atual elenco, rotular é fácil. "Dentro de campo vence quem se dedica e se empenha mais. Se quer falar dessa forma (azarões), tudo bem, somos verdadeiros batalhadores e vamos atrás do objetivo que está traçado, que é o acesso", disse o camisa um.

AÇÃO

Torcedores do Ramalhão decidiram tomar as rédeas para atrair público para a estreia do Santo André na Série C. Com dinheiro próprio, mandaram imprimir folhetos convidando os munícipes a torcerem pelo Ramalhão amanhã, a partir das 15h, contra o Brasil de Pelotas. Hoje, alguns deles estarão caminhando pelo Centro da cidade para distribuir e convocar os andreenses.

INGRESSOS

Estão à venda nos valores de R$ 10 (inteira) e R$ 5 (meia) somente no Estádio Bruno Daniel. As bilheterias funcionarão hoje a partir das 10h até às 16h. Amanhã, os guichês abrem no mesmo horário e funcionam até o intervalo da partida.

Até ontem, poucos ingressos haviam sido vendidos antecipadamente.

 



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.


Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;