Fechar
Publicidade

Terça-Feira, 26 de Outubro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Esportes

esportes@dgabc.com.br | 4435-8384

Azulão bobeia em casa e só empata


Marco Borba
Do Diário do Grande ABC

23/07/2011 | 07:16


O São Caetano vacilou no fim do jogo e não foi além do empate (1 a 1) com o Barueri, ontem à noite, no Anacleto Campanella. Com o resultado, a equipe segue sem vencer dois jogos seguidos na Série B do Brasileiro, em 14º lugar na tabela com 14 pontos, mesma pontuação do adversário (13º).

O resultado é ruim para os dois times, que podem ser ultrapassados hoje e entrar na zona de rebaixamento. Na terça-feira, o Azulão enfrenta o ABC, em Natal.

Na partida, Vadão contou com o retorno do meia Ailton. O jogador é o responsável por ditar o ritmo do time nos jogos, mas ficou um mês afastado se recuperando de lesão no quadril. Nos sete jogos em que ficou ausente, o time venceu apenas dois de sete jogos disputados, exceto o de ontem. O São Caetano contou com a estréia do zagueiro Revson no lugar de Thiago Martinelli, suspenso. Allan e Geovane, contundidos, não jogaram.

Embora mandante, o Azulão teve dificuldades por causa da boa marcação adversária. Rápido e girando bastante as jogadas, o Barueri foi melhor no início e assustou logo no primeiro minuto porque Luiz se precipitou na saída, Pedrão dominou e girou para o gol. Souza evitou o pior ao tirar rente à trave esquerda. No minuto seguinte, Gil fez boa tabela com Pedrão, recebeu e bateu forte. A bola raspou o travessão.

O São Caetano parecia afoito no início e rifava a bola para o ataque. Assim, facilitava a recuperação do Barueri. Quando deixou a armação por conta de Ailton, o time melhorou o passe e passou a mandar no jogo.

Para abrir espaços, a equipe do Grande ABC explorou o lado direito do campo, com Augusto Recife e Souza se revezando nas tabelas com Artur. No entanto, na medida em que buscou o gol o São Caetano se expôs. Aos 14 minutos, Souza perdeu para Marcelinho no meio. O atacante viu Pedrão se projetando pela direita e lançou. Diego se antecipou, fez o corte a escanteio e evitou o arremate.

Após duas boas tentativas desperdiçadas, em bolas alçadas na área, o Azulão chegou ao gol aos 44 minutos. Ailton arrancou pelo meio e com passe preciso deixou Nunes de cara para o gol. O atacante só teve o trabalho de tocar na saída do goleiro Juninho.

Na volta do intervalo, os anfitriões usaram tática arriscada. À frente no placar, deu espaços, cadenciou o toque e apostou nos contragolpes.

Com campo para trabalhar a bola, o Barueri foi para cima e aos poucos criou as oportunidades de chegar ao gol. Na primeira, aos 20, Marcelinho recebeu livre na entrada da área e mandou direto. Luiz desviou a escanteio e evitou o gol.

Sem pressa, o Azulão teve a chance de ampliar aos 29. Ailton viu Júnior Xuxa e lançou. Livre de marcação, na pequena área, ele cabeceou para fora.

Aos 33, Diego foi expulso ao fazer falta em Ailton. O Azulão não soube tirar proveito. Dois minutos depois, relaxou na marcação. Gil foi lançado entre os zagueiros e empatou, tocando na saída de Luiz. Ao conseguir o que queria, o Barueri se fechou ainda mais e garantiu o empate.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.


Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;