Fechar
Publicidade

Domingo, 17 de Novembro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Internacional

internacional@dgabc.com.br | 4435-8301

Ucrânia: Bush pede solução 'política e legal' para crise


Da AFP

30/11/2004 | 20:55


O presidente George W. Bush afirmou nesta terça-feira que espera "uma solução política e legal" para a crise da Ucrânia. Ele agradeceu ao presidente polonês, Aleksander Kwasniewski, pela iniciativa de liderar uma nova missão que tentará resolver o impasse ucraniano.

Em visita oficial ao Canadá, Bush afirmou que "é muito importante não deixar a violência explodir na Ucrânia e também ouvir a vontade do povo". "Nosso objetivo comum é ver prevalecer a vontade do povo ucraniano. O primeiro-ministro (canadense Paul Martin) e eu queremos agradecer ao presidente (polonês) por seus esforços, e desejamos sorte a ele", acrescentou.

Kwasniewski, acompanhado pelo presidente da Lituânia, Valdas Adamkus, e o presidente da Duma (Parlamento russo), Boris Gryzlov, devem chegar a Kiev nesta quarta-feira para mediar as negociações, junto ao alto representante para a Política Externa da UE (União Européia), Javier Solana, que já está na capital ucraniana.

Todos se reunirão com o primeiro-ministro pró-russo, Viktor Yanukovich, declarado vencedor das eleições presidenciais, seu rival Viktor Yushchenko e o presidente Leonid Kuchma.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Ucrânia: Bush pede solução 'política e legal' para crise

Da AFP

30/11/2004 | 20:55


O presidente George W. Bush afirmou nesta terça-feira que espera "uma solução política e legal" para a crise da Ucrânia. Ele agradeceu ao presidente polonês, Aleksander Kwasniewski, pela iniciativa de liderar uma nova missão que tentará resolver o impasse ucraniano.

Em visita oficial ao Canadá, Bush afirmou que "é muito importante não deixar a violência explodir na Ucrânia e também ouvir a vontade do povo". "Nosso objetivo comum é ver prevalecer a vontade do povo ucraniano. O primeiro-ministro (canadense Paul Martin) e eu queremos agradecer ao presidente (polonês) por seus esforços, e desejamos sorte a ele", acrescentou.

Kwasniewski, acompanhado pelo presidente da Lituânia, Valdas Adamkus, e o presidente da Duma (Parlamento russo), Boris Gryzlov, devem chegar a Kiev nesta quarta-feira para mediar as negociações, junto ao alto representante para a Política Externa da UE (União Européia), Javier Solana, que já está na capital ucraniana.

Todos se reunirão com o primeiro-ministro pró-russo, Viktor Yanukovich, declarado vencedor das eleições presidenciais, seu rival Viktor Yushchenko e o presidente Leonid Kuchma.

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;