Fechar
Publicidade

Terça-Feira, 25 de Fevereiro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

|

O 13 de agosto e a origem do nome bairro Assunção

O sítio da foto não existe mais, a tela de Nossa Senhora sim


Ademir Medici
Do Diário do Grande ABC

13/08/2010 | 00:00


"Você sabia que batateiro também é gente? Parodiando nosso ex-ministro, cachorro também é gente. Digo isso como protesto, pois tem algum tempo que Memória não escreve nada sobre São Bernardo".
Roberto Pelosini, de São Bernardo

* * *

O sítio da foto não existe mais, a tela de Nossa Senhora sim. Quando a foto foi batida, focalizando o Sítio da Ponte Alta, em São Bernardo, a caminho do bairro Rio Grande, hoje centro urbano do Distrito de Riacho Grande, a tela de Nossa Senhora estava abrigada no interior da capela. Capela, aliás, construída no início do século 20 justamente para acolher a tela.

Não se conhece o nome do pintor. Sabe-se que foi um viajante, acolhido no sítio quando da sua ida a Santos. Em agradecimento, ele desenhou a imagem de Nossa Senhora da Assunção, ofertando-a aos proprietários do sítio, a família Angeli. Material empregado: dois sacos alvos de farinha de trigo, emendados entre si.

CEM ANOS DEPOIS...
1 - A tela aqui publicada faz parte do acervo da Paróquia Nossa Senhora da Assunção.
2 - O bairro Assunção recebeu este nome por causa da tela, já que os Angeli para ali se mudaram quando a capela foi derrubada para a passagem da Via Anchieta, entre o fim da década de 1930 e começo da década de 1940.
3 - Antes de se chamar Assunção, o bairro era conhecido por Linha Jurubatuba, aberta em 1877 quando da chegada dos imigrantes italianos.
4 - O sítio da Ponte Alta ficava entre a Vila São José, o Jardim Silvina e o espaço do atual sistema de captação e tratamento de água da Sabesp.
5 - Entre os personagens aqui fotografados estão os irmãos Leone e Cristiano Angeli, e a aniversariante do dia, Helena Angeli Medice, mãe deste repórter, que nasceu num 13 de agosto como este, em 1929. Coincidentemente, foi num 13 de agosto que nasceu a primeira filha de dona Helena, a professora Sueli, claro, irmã deste repórter.

Trabalhadores
Nascem em 13 de agosto:

1904 - Joaquim Rodrigues, natural de Santa Bárbara. Industriário da Rhodia. Residência: Rua Araci, 618.
1910 - Bento Coelho. Nasceu em São João da Boa Vista (SP). Associado nº 353 do Sindicato dos Químicos do ABC. Alvejador de algodão da Rhodia. Residente em Utinga.
Fonte: 1º livro geral de registro dos associados do Sindicato dos Químicos do ABC

Crônica de Ribeirão Pires
Texto: Aida Arnoni Bressan
A primeira casa de material elétrico de Ribeirão Pires foi instalada pelo Sr. Máximo Chechi em 1928. Ficava na Rua Albuquerque Lins, 242, hoje Avenida Santo André.

DIÁRIO HÁ 30 ANOS
Quarta-feira, 13 de agosto de 1980

Manchete - Governo do Estado aguarda verba para obras de canalização do Tamanduateí entre a Mooca e São Caetano.

Municípios - Antonio Russo, deputado federal (MDB), propõe aumento de 20% para 30% na participação do ICM pelos municípios.

Meio ambiente - Poluição de Capuava é alvo de pesquisa.

Editorial - Tudo está nebuloso no Parque dos Pássaros (São Bernardo)

Primeiro Plano (Eduardo Camargo) - Vokswagen mostra sua política de salários.

EM 13 DE AGOSTO DE...

1970 - Da linha de montagem da Chrysler, em São Bernardo, sai o 10.000º Dodge Dart. Engenheiro Fernando Almeida é o gerente da fábrica.

MUNICÍPIO PAULISTA

Natividade da Serra. Criado em 1863, quando se separa de Paraibuna.

HOJE

Dia da Bandeirante, Dia do Canhoto, Dia do Encarcerado e Dia do Economista. Dia Estadual do Jequibal. Dia do Pensamento.

SANTOS DO DIA

Benildo, Hipólito, João Berchmans e Ponciano. Na estampa, Santo Hipólito. Romano. Bispo. Faleceu em 13 de agosto do ano 235.
Crédito da estampa: acervo Vangelista Bazani (Gili) e
João de Deus Martinez.

SANTO ANDRÉ
Anésia Ribeiro Cosa, 83. Natural de São Joaquim da Barra (SP). Dia 10. Cemitério Jardim Santo André.

SÃO BERNARDO
Ana Villa Constantina, 94. Natural da Espanha. Dia 11. Cemitério de Vila Euclides.
Josefa de Amorim da Silva, 92. Natural de Bonito (PE). Dia 11. Cemitério dos Casa.
Norma Cocuroci de Moraes, 82. Natural de São Paulo (SP). Dia 11. Crematério de Vila Alpina, Capital.
Segisberto Maniezo, 76. Natural de Pontal (SP). Dia 10. Cemitério da Paulicéia.
Aguibar Capuzzo, 76. Natural de São Paulo (SP). Dia 9. Cemitério dos Casa.
Orminda Maria de Souza, 75. Natural de Licínio de Almeida (BA). Dia 9. Cemitério dos Casa.
Maria José dos Santos, 73. Natural de Neopolis (SE). Dia 9. Cemitério do Baeta.
Maria do Carmo Winnikov, 72. Natural de Aparecida (SP). Dia 9. Cemitério Jardim da Colina.

SÃO CAETANO
Lydia Otilie Ditchun, 72. Natural de São Paulo (SP). Dia 10. Cemitério da Cerâmica.
Leocleia Piccolo, 68. Natural de Gavião Peixoto (SP). Dia 6. Cemitério das Lágrimas.
Antonio Pereira da Silva, 67. dia 7. Natural de Lajedo (PE). Cemitério das Lágrimas.
Walter Dominguez, 62. Natural de São Paulo (SP). Dia 8. Cemitério das Lágrimas.

RIBEIRÃO PIRES
Rigoberto Cruz, 52. Natural de Ribeirão Pires. Dia 7. Cemitério São José.


ZULEICA MARIA LEANDRO DA CRUZ (Araxá, MG, 7-3-1931 - São Paulo, 7-8-2010)

Vó Zuleica - como era carinhosamente chamada não apenas pelos sete netos e pela primeira bisneta, Júlia, mas pelos demais jovens que tiveram a felicidade de conhecê-la - chegou mocinha a São Bernardo. Tinha 19 anos. E aqui construiu sua história, sem jamais esquecer a terra natal, retornando muitas outras vezes a Minas Gerais.

Os descendentes contam que ela adorava assistir jogo de futebol pela TV, principalmente quando era jogo do Santos FC, desde os tempos do Rei Pelé até os momentos atuais dos meninos da Vila. Claro, também ficava no sofá vendo Silvio Santos e fazendo crochê em panos de prato. Fazia pães e bolos deliciosos para agradar aos filhos e netos.

Filha de Francisco José da Cruz e Luiza Soares, dona Zuleica casou-se com Miguel Leandro. O casal teve três filhos: Climenimárcia (conhecida como Márcia), Clinárcia e Vislei. Era tranquila, mas quando a contrariavam ficava uma fera. Partiu aos 79 anos e está sepultada no Cemitério da Paulicéia. A missa de 7º dia será celebrada amanhã, sábado, às 16h, na igreja São Judas Tadeu, bairro Planalto, em São Bernardo.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

O 13 de agosto e a origem do nome bairro Assunção

O sítio da foto não existe mais, a tela de Nossa Senhora sim

Ademir Medici
Do Diário do Grande ABC

13/08/2010 | 00:00


"Você sabia que batateiro também é gente? Parodiando nosso ex-ministro, cachorro também é gente. Digo isso como protesto, pois tem algum tempo que Memória não escreve nada sobre São Bernardo".
Roberto Pelosini, de São Bernardo

* * *

O sítio da foto não existe mais, a tela de Nossa Senhora sim. Quando a foto foi batida, focalizando o Sítio da Ponte Alta, em São Bernardo, a caminho do bairro Rio Grande, hoje centro urbano do Distrito de Riacho Grande, a tela de Nossa Senhora estava abrigada no interior da capela. Capela, aliás, construída no início do século 20 justamente para acolher a tela.

Não se conhece o nome do pintor. Sabe-se que foi um viajante, acolhido no sítio quando da sua ida a Santos. Em agradecimento, ele desenhou a imagem de Nossa Senhora da Assunção, ofertando-a aos proprietários do sítio, a família Angeli. Material empregado: dois sacos alvos de farinha de trigo, emendados entre si.

CEM ANOS DEPOIS...
1 - A tela aqui publicada faz parte do acervo da Paróquia Nossa Senhora da Assunção.
2 - O bairro Assunção recebeu este nome por causa da tela, já que os Angeli para ali se mudaram quando a capela foi derrubada para a passagem da Via Anchieta, entre o fim da década de 1930 e começo da década de 1940.
3 - Antes de se chamar Assunção, o bairro era conhecido por Linha Jurubatuba, aberta em 1877 quando da chegada dos imigrantes italianos.
4 - O sítio da Ponte Alta ficava entre a Vila São José, o Jardim Silvina e o espaço do atual sistema de captação e tratamento de água da Sabesp.
5 - Entre os personagens aqui fotografados estão os irmãos Leone e Cristiano Angeli, e a aniversariante do dia, Helena Angeli Medice, mãe deste repórter, que nasceu num 13 de agosto como este, em 1929. Coincidentemente, foi num 13 de agosto que nasceu a primeira filha de dona Helena, a professora Sueli, claro, irmã deste repórter.

Trabalhadores
Nascem em 13 de agosto:

1904 - Joaquim Rodrigues, natural de Santa Bárbara. Industriário da Rhodia. Residência: Rua Araci, 618.
1910 - Bento Coelho. Nasceu em São João da Boa Vista (SP). Associado nº 353 do Sindicato dos Químicos do ABC. Alvejador de algodão da Rhodia. Residente em Utinga.
Fonte: 1º livro geral de registro dos associados do Sindicato dos Químicos do ABC

Crônica de Ribeirão Pires
Texto: Aida Arnoni Bressan
A primeira casa de material elétrico de Ribeirão Pires foi instalada pelo Sr. Máximo Chechi em 1928. Ficava na Rua Albuquerque Lins, 242, hoje Avenida Santo André.

DIÁRIO HÁ 30 ANOS
Quarta-feira, 13 de agosto de 1980

Manchete - Governo do Estado aguarda verba para obras de canalização do Tamanduateí entre a Mooca e São Caetano.

Municípios - Antonio Russo, deputado federal (MDB), propõe aumento de 20% para 30% na participação do ICM pelos municípios.

Meio ambiente - Poluição de Capuava é alvo de pesquisa.

Editorial - Tudo está nebuloso no Parque dos Pássaros (São Bernardo)

Primeiro Plano (Eduardo Camargo) - Vokswagen mostra sua política de salários.

EM 13 DE AGOSTO DE...

1970 - Da linha de montagem da Chrysler, em São Bernardo, sai o 10.000º Dodge Dart. Engenheiro Fernando Almeida é o gerente da fábrica.

MUNICÍPIO PAULISTA

Natividade da Serra. Criado em 1863, quando se separa de Paraibuna.

HOJE

Dia da Bandeirante, Dia do Canhoto, Dia do Encarcerado e Dia do Economista. Dia Estadual do Jequibal. Dia do Pensamento.

SANTOS DO DIA

Benildo, Hipólito, João Berchmans e Ponciano. Na estampa, Santo Hipólito. Romano. Bispo. Faleceu em 13 de agosto do ano 235.
Crédito da estampa: acervo Vangelista Bazani (Gili) e
João de Deus Martinez.

SANTO ANDRÉ
Anésia Ribeiro Cosa, 83. Natural de São Joaquim da Barra (SP). Dia 10. Cemitério Jardim Santo André.

SÃO BERNARDO
Ana Villa Constantina, 94. Natural da Espanha. Dia 11. Cemitério de Vila Euclides.
Josefa de Amorim da Silva, 92. Natural de Bonito (PE). Dia 11. Cemitério dos Casa.
Norma Cocuroci de Moraes, 82. Natural de São Paulo (SP). Dia 11. Crematério de Vila Alpina, Capital.
Segisberto Maniezo, 76. Natural de Pontal (SP). Dia 10. Cemitério da Paulicéia.
Aguibar Capuzzo, 76. Natural de São Paulo (SP). Dia 9. Cemitério dos Casa.
Orminda Maria de Souza, 75. Natural de Licínio de Almeida (BA). Dia 9. Cemitério dos Casa.
Maria José dos Santos, 73. Natural de Neopolis (SE). Dia 9. Cemitério do Baeta.
Maria do Carmo Winnikov, 72. Natural de Aparecida (SP). Dia 9. Cemitério Jardim da Colina.

SÃO CAETANO
Lydia Otilie Ditchun, 72. Natural de São Paulo (SP). Dia 10. Cemitério da Cerâmica.
Leocleia Piccolo, 68. Natural de Gavião Peixoto (SP). Dia 6. Cemitério das Lágrimas.
Antonio Pereira da Silva, 67. dia 7. Natural de Lajedo (PE). Cemitério das Lágrimas.
Walter Dominguez, 62. Natural de São Paulo (SP). Dia 8. Cemitério das Lágrimas.

RIBEIRÃO PIRES
Rigoberto Cruz, 52. Natural de Ribeirão Pires. Dia 7. Cemitério São José.


ZULEICA MARIA LEANDRO DA CRUZ (Araxá, MG, 7-3-1931 - São Paulo, 7-8-2010)

Vó Zuleica - como era carinhosamente chamada não apenas pelos sete netos e pela primeira bisneta, Júlia, mas pelos demais jovens que tiveram a felicidade de conhecê-la - chegou mocinha a São Bernardo. Tinha 19 anos. E aqui construiu sua história, sem jamais esquecer a terra natal, retornando muitas outras vezes a Minas Gerais.

Os descendentes contam que ela adorava assistir jogo de futebol pela TV, principalmente quando era jogo do Santos FC, desde os tempos do Rei Pelé até os momentos atuais dos meninos da Vila. Claro, também ficava no sofá vendo Silvio Santos e fazendo crochê em panos de prato. Fazia pães e bolos deliciosos para agradar aos filhos e netos.

Filha de Francisco José da Cruz e Luiza Soares, dona Zuleica casou-se com Miguel Leandro. O casal teve três filhos: Climenimárcia (conhecida como Márcia), Clinárcia e Vislei. Era tranquila, mas quando a contrariavam ficava uma fera. Partiu aos 79 anos e está sepultada no Cemitério da Paulicéia. A missa de 7º dia será celebrada amanhã, sábado, às 16h, na igreja São Judas Tadeu, bairro Planalto, em São Bernardo.

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;