Fechar
Publicidade

Sexta-Feira, 13 de Dezembro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Esportes

esportes@dgabc.com.br | 4435-8384

Fanático que atacou Vanderlei é solto na Grécia


Do Diário OnLine
Com Agências

30/08/2004 | 11:23


O fanático religioso que atacou o brasileiro Vanderlei Cordeiro de Lima quando ele liderava a maratona dos Jogos Olímpicos de Atenas, no domingo, foi libertado nesta segunda-feira após pagamento de multa de 3 mil euros. ele foi condenado a um ano de prisão condicional por um tribunal da Grécia.

De acordo com a sentença, Cornelius Neil Horan, 57 anos, ficará em regime fechado caso cometa outros delitos na Grécia nos próximos três anos. Segundo a rede BBC, após a sentença, Horan pagou a fiança e foi libertado, mas ainda não se sabe se ele será deportado. Ele apresentou suas desculpas à Corte, assegurando que está arrependido.

O irlandês disse à polícia que seu protesto na maratona foi uma preparação para "a segunda vinda de Jesus Cristo". Ele já tinha provocado um incidente semelhante em 20 de julho de 2003, durante o Grande Prêmio de Fórmula 1 em Silverstone, na Grã-Bretanha.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Fanático que atacou Vanderlei é solto na Grécia

Do Diário OnLine
Com Agências

30/08/2004 | 11:23


O fanático religioso que atacou o brasileiro Vanderlei Cordeiro de Lima quando ele liderava a maratona dos Jogos Olímpicos de Atenas, no domingo, foi libertado nesta segunda-feira após pagamento de multa de 3 mil euros. ele foi condenado a um ano de prisão condicional por um tribunal da Grécia.

De acordo com a sentença, Cornelius Neil Horan, 57 anos, ficará em regime fechado caso cometa outros delitos na Grécia nos próximos três anos. Segundo a rede BBC, após a sentença, Horan pagou a fiança e foi libertado, mas ainda não se sabe se ele será deportado. Ele apresentou suas desculpas à Corte, assegurando que está arrependido.

O irlandês disse à polícia que seu protesto na maratona foi uma preparação para "a segunda vinda de Jesus Cristo". Ele já tinha provocado um incidente semelhante em 20 de julho de 2003, durante o Grande Prêmio de Fórmula 1 em Silverstone, na Grã-Bretanha.

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;