Fechar
Publicidade

Sábado, 7 de Dezembro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Internacional

internacional@dgabc.com.br | 4435-8301

Arafat não tem leucemia, afirma representante palestina na França


Do Diário OnLine
Com AFP

30/10/2004 | 16:42


A representante dos palestinos na França, Leila Chahid, afirmou neste sábado que o líder da ANP (Autoridade Nacional Palestina), Yasser Arafat, não tem leucemia. "É totalmente descartada a eventualidade de que Yasser Arafat tenha leucemia". O dirigente palestino encontra-se em tratamento no hospital militar Percy, na periferia de Paris (capital francesa), desde a manhã de sexta-feira. Ele realizará exames por pelo menos os próximos três dias.

"Os exames médicos realizados até agora permitem descartar completamente qualquer possibilidade de que Arafat tenha leucemia" como especulou a imprensa, insistiu Chahid em declarações à imprensa na entrada do hospital.

A representante palestina acrescentou que os médicos continuavam realizando uma série de exames em Arafat para "descartar outras doenças possíveis". "Os palestinos não têm nada a esconder, mas não queremos entrar em detalhes agora, pois esse é um assunto sério", frisou.

Chahid disse que ele está consciente e se encontra em um quarto do hospital sob alta vigilância. Por enquanto, as visitas não estão autorizadas.

O estado de saúde de Arafat, que tem 75 anos, se deteriorou muito nos últimos dias e pessoas próximas a ele confirmam que o líder da ANP está fraco e já não consegue se alimentar sozinho. Autoridades palestinas dizem que Arafat está sofrendo de dores no estômago, causadas possivelmente por uma anomalia no sangue.

A suspeita de que Arafat esteja com leucemia se deve a uma perda de plaquetas que já dura cerca de duas semanas. Especula-se ainda que ele esteja com câncer no estômago.

Serão necessários mais três dias de exames para os médicos do hospital francês - especializado em doenças do sangue e traumatismos - precisarem um diagnóstico. O líder palestino está acompanhado por médicos jordanianos e egípcios que viajaram com ele.

Arafat, que partiu de Ramallah (Cisjordânia) na quinta-feira, fez uma escala em Amã (capital da Jordânia) e de lá partiu para Paris. Essa é a primeira vez que ele viaja ao exterior desde que foi confinado em Ramallah pelas autoridades israelenses, em dezembro do 2001.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Arafat não tem leucemia, afirma representante palestina na França

Do Diário OnLine
Com AFP

30/10/2004 | 16:42


A representante dos palestinos na França, Leila Chahid, afirmou neste sábado que o líder da ANP (Autoridade Nacional Palestina), Yasser Arafat, não tem leucemia. "É totalmente descartada a eventualidade de que Yasser Arafat tenha leucemia". O dirigente palestino encontra-se em tratamento no hospital militar Percy, na periferia de Paris (capital francesa), desde a manhã de sexta-feira. Ele realizará exames por pelo menos os próximos três dias.

"Os exames médicos realizados até agora permitem descartar completamente qualquer possibilidade de que Arafat tenha leucemia" como especulou a imprensa, insistiu Chahid em declarações à imprensa na entrada do hospital.

A representante palestina acrescentou que os médicos continuavam realizando uma série de exames em Arafat para "descartar outras doenças possíveis". "Os palestinos não têm nada a esconder, mas não queremos entrar em detalhes agora, pois esse é um assunto sério", frisou.

Chahid disse que ele está consciente e se encontra em um quarto do hospital sob alta vigilância. Por enquanto, as visitas não estão autorizadas.

O estado de saúde de Arafat, que tem 75 anos, se deteriorou muito nos últimos dias e pessoas próximas a ele confirmam que o líder da ANP está fraco e já não consegue se alimentar sozinho. Autoridades palestinas dizem que Arafat está sofrendo de dores no estômago, causadas possivelmente por uma anomalia no sangue.

A suspeita de que Arafat esteja com leucemia se deve a uma perda de plaquetas que já dura cerca de duas semanas. Especula-se ainda que ele esteja com câncer no estômago.

Serão necessários mais três dias de exames para os médicos do hospital francês - especializado em doenças do sangue e traumatismos - precisarem um diagnóstico. O líder palestino está acompanhado por médicos jordanianos e egípcios que viajaram com ele.

Arafat, que partiu de Ramallah (Cisjordânia) na quinta-feira, fez uma escala em Amã (capital da Jordânia) e de lá partiu para Paris. Essa é a primeira vez que ele viaja ao exterior desde que foi confinado em Ramallah pelas autoridades israelenses, em dezembro do 2001.

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;