Fechar
Publicidade

Segunda-Feira, 30 de Março

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Esportes

esportes@dgabc.com.br | 4435-8384

Rebaixamento faz Clube dos 13 discordar da CBF


Nelson Cilo
Do Diário do Grande ABC

09/11/2005 | 08:49


As divergências na fórmula de acesso à Série A e rebaixamento à Série B provocam um novo racha entre o Clube dos 13 e a Confederação Brasileira de Futebol (CBF). Outro impasse entre os dois lados envolve o número de participantes da elite do futebol do país. O presidente do Clube dos 13, Fábio Koff, adota um discurso diplomático, mas já não disfarça o descontentamento contra o total de apenas 20 equipes na divisão principal. "O ideal seria 22 num torneio ida e volta. Cairiam quatro diretamente ou três", afirmou Koff, durante a posse do presidente da Futebol Brasil Associados (FBA), José Neves Filho, na noite de segunda-feira, em São Paulo.

Apesar de tudo, Koff disse que será cumprido o acordo estabelecido em 2003 – o Clube dos 13 aceitou a sugestão da CBF para reformular o torneio que, em 2006, teria somente 20 inscritos. Mas, nas últimas temporadas, o risco de rebaixamento à Segunda Divisão dos grandes patrocinadores obrigou os representantes do Clube dos 13 a rever o compromisso.

Koff admite publicamente que surgiu um movimento para que caia à Série B e suba à Série A apenas dois times e não quatro – como acontece atualmente. O Clube dos 13 pretende exigir que a Série B seja disputada em pontos corridos. Tudo para evitar que, no próximo ano, haja o rebaixamento de quatro da Série A. O dirigente garante que não haverá viradas de mesa.

O ex-presidente do Palmeiras, Mustafá Contursi, igualmente parece otimista quanto a possíveis alterações nas regras e reivindica um novo projeto "que dure dez anos". Segundo ele, que participou da Série B em 2003 pelo alviverde, é necessário analisar a experiência em 2006. "Não sei se é o número ideal, mas é o que combinamos. Tínhamos esse compromisso para o próximo ano. Creio que agora precisamos pensar em mudanças que fiquem para uma década, principalmente se o país for a sede do Mundial de 2014", observa Mustafá.

Sob a exigência que será feita pelo Clube dos 13 – a de que a fórmula de disputa da Série B seja igual a da Série A – o novo presidente da FBA assegurou que seu principal objetivo é o de viabilizar os novos tempos. Neves Filho antecipou que já existem investidores interessados em patrocinar a Segunda Divisão.

Seleção – O treinador Carlos Alberto Parreira e os demais componentes da comissão técnica embarcam nesta quarta-feira, às 14h30, para Frankfurt. De lá, seguem em vôo fretado até Abu Dhabi, local do amistoso de sábado (às 15h30 de Brasília) diante dos Emirados Árabes. Na terça-feira (dia 15), será contra o Kuwait All-Star, no Kuwait.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.


Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;