Fechar
Publicidade

Quinta-Feira, 20 de Janeiro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

nacional@dgabc.com.br | 4435-8301

Promotor foragido poderá perder o seu salário


Do Diário OnLine

21/04/2001 | 13:05


O promotor Igor Ferreira da Silva pode perder o seu salário. Igor foi condenado nesta quarta-feira a 16 anos e quatro meses de prisão pela morte de sua mulher, Patrícia Aggio Longo, grávida de sete meses. Junto com a detenção, Igor também foi punido com a perda de seu cargo. Hoje ele é um promotor afastado e, por isso, ainda tem o direito de receber o salário.

O Ministério Público de São Paulo estuda medidas judiciais para tentar suspender o salário, de aproximadamente R$ 6 mil mensais. A procuradora Valderez Abbud, responsável pela acusação contra Igor, quer a suspensão antes que a decisão do Tribunal de Justiça transite em julgado, isto é, quando não caiba mais a possibilidade de recurso.

O promotor, condenado na quarta, deveria ter se apresentado à polícia nesta quinta. Até agora, ele ainda não se entregou e é considerado foragido pela polícia.

O crime pelo qual foi condenado aconteceu há três anos, em Atibaia, interior de São Paulo.



Quer receber em primeira mão as notícias das sete cidades do Grande ABC?

Entre no nosso grupo de WhatsApp. 
Clique aqui.
 

Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.


Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;