Fechar
Publicidade

Sexta-Feira, 26 de Fevereiro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Setecidades

setecidades@dgabc.com.br | 4435-8319

PM é assassinado com dois tiros na cabeça dentro de casa


Luciano Cavenagui
Do Diário do Grande ABC

18/12/2007 | 07:28


O soldado Sinval Fábio Bastos, 42 anos, que trabalhava na 2ª Companhia do 10º Batalhão, em Santo André, foi assassinado segunda-feira com dois tiros na cabeça dentro de casa, localizada na Vila Suíça, em Santo André. Ninguém foi preso.

O crime ocorreu em pleno sol, às 15h, quando Bastos dormia na cama. Um homem invadiu a residência, mandou a mulher da vítima e dois filhos se afastarem de casa, disparou e depois fugiu.

O motivo do homicídio ainda permanece um mistério. A única certeza da polícia até segunda-feira à noite é que se tratava de uma execução premeditada.

O policial morava em um terreno com outras quatro casas na Rua Dantas Barreto. A sua residência era a primeira depois do portão.

“O homem, com a arma na mão, entrou no portão aberto e viu minha mãe e meus dois irmãos no corredor. Mandou que eles fossem para as casas de baixo e entrou na nossa residência. Foi direto para o quarto e matou meu pai”, contou a vendedora Jéssica Menezes, 18 anos, que trabalhava no momento do crime.

Seus irmãos que estavam na residência têm 16 e 8 anos. “Até agora nenhuma testemunha soube dizer quem era o homem. Um crime desse tipo é incomum que ocorra no meio da tarde, em uma rua com diversas casas”, afirmou o delegado-titular do 6º DP, Sérgio Luditza, que registrou o caso.

O crime pode ter sido motivado por uma desavença que o PM teve no conjunto habitacional que morava até julho, no Jardim Santo André. Ele trabalhava na PM havia 15 anos.


Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

PM é assassinado com dois tiros na cabeça dentro de casa

Luciano Cavenagui
Do Diário do Grande ABC

18/12/2007 | 07:28


O soldado Sinval Fábio Bastos, 42 anos, que trabalhava na 2ª Companhia do 10º Batalhão, em Santo André, foi assassinado segunda-feira com dois tiros na cabeça dentro de casa, localizada na Vila Suíça, em Santo André. Ninguém foi preso.

O crime ocorreu em pleno sol, às 15h, quando Bastos dormia na cama. Um homem invadiu a residência, mandou a mulher da vítima e dois filhos se afastarem de casa, disparou e depois fugiu.

O motivo do homicídio ainda permanece um mistério. A única certeza da polícia até segunda-feira à noite é que se tratava de uma execução premeditada.

O policial morava em um terreno com outras quatro casas na Rua Dantas Barreto. A sua residência era a primeira depois do portão.

“O homem, com a arma na mão, entrou no portão aberto e viu minha mãe e meus dois irmãos no corredor. Mandou que eles fossem para as casas de baixo e entrou na nossa residência. Foi direto para o quarto e matou meu pai”, contou a vendedora Jéssica Menezes, 18 anos, que trabalhava no momento do crime.

Seus irmãos que estavam na residência têm 16 e 8 anos. “Até agora nenhuma testemunha soube dizer quem era o homem. Um crime desse tipo é incomum que ocorra no meio da tarde, em uma rua com diversas casas”, afirmou o delegado-titular do 6º DP, Sérgio Luditza, que registrou o caso.

O crime pode ter sido motivado por uma desavença que o PM teve no conjunto habitacional que morava até julho, no Jardim Santo André. Ele trabalhava na PM havia 15 anos.

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;