Fechar
Publicidade

Quarta-Feira, 16 de Junho

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Esportes

esportes@dgabc.com.br | 4435-8384

Guga perde o título para Gonzalez em Viña del Mar


Fernão Silveira
Do Diário OnLine

16/02/2004 | 00:45


Gustavo Kuerten sucumbiu diante do chileno Fernando Gonzalez na final do ATP de Viña del Mar (Chile): 2 sets a 0 (parciais de 7/5 e 6/4), neste domingo à noite. Foi o quarto título de simples da carreira de Gonzalez, que é o 36º no Ranking de Entradas e o 112º na Corrida dos Campeões. Vice logo na estréia em quadras de saibro na temporada/2004, o catarinense (24º na Corrida e 17º nas Entradas) agora volta suas atenções para o ATP de Buenos Aires, que começa nesta segunda-feira. A estréia de Guga será contra o espanhol David Ferrer, provavelmente na terça-feira à noite.

O confronto Guga x Gonzalez, que ocorreu pela terceira vez, foi marcado pelo equilíbrio desde o início. Empurrado pela torcida, o chileno soltou seu jogo e soube explorar os pontos fracos que o catarinense mostrou no decorrer da partida. Inspirado e aguerrido em quadra, Gonzalez exibiu um grande tênis e conseguiu com méritos sua primeira vitória contra Guga.

O chileno iniciou a partida a plenos pulmões, soltando o braço nos golpes de direita para pressionar Guga. Mas o catarinense mostrou equilíbrio e impôs uma quebra de serviço a Gonzalez logo no 1º game. Mesmo com chances de quebra para os dois lados, os saques se confirmaram até a 10ª parcial. Foi quando Gustavo Kuerten abriu um set point e o chileno salvou com uma bola indefensável (um lobby em cima da linha). O tenista da casa embalou de vez: conseguiu a quebra, empatando tudo em 5 a 5, e repetiu a dose no 12º game, fechando o set em 7 a 5.

A partir do 2º set, Gonzalez passou a abusar das largadas junto à rede, tirando o peso das bolas de fundo com que o catarinense tentava impor seu jogo. Além de cansar Gustavo Kuerten, ele ainda conseguiu desconcentrá-lo.

Guga começou forte e teve uma chance de quebra logo no 1º game. Mas Gonzalez escapou do revés e ainda ganhou o ponto no serviço do brasileiro, abrindo 2 a 0. A vantagem durou pouco, pois Guga devolveu a quebra em seguida e diminuiu para 2 a 1. Só que o chileno respondeu rapidamente e retomou a vantagem com mais um ponto ganho no saque do adversário: 3 a 1.

O brasileiro tentou se manter vivo no torneio e conseguiu mais uma quebra, no 7º game, após perder três breaks points seguidos.

Depois de empatar em 4 a 4, Guga colocou pressão sobre Gonzalez e teve mais uma chance de quebra na 9ª parcial, mas o chileno escapou e conseguiu confirmar seu serviço. Pressionado, jogando com a responsabilidade de ganhar para seguir na disputa, Gustavo Kuerten não resistiu a Fernando Gonzalez e teve o serviço quebrado novamente, sofrendo a derrota por 6 a 4.

Pelo vice-campeonato em Viña del Mar (o nono na carreira), Guga garantiu 24 pontos na Corrida e um prêmio de US$ 26 mil na conta bancária.

Recomeço -O catarinense não terá muito tempo para lamentar a derrota em Viña del Mar, que marcou sua primeira final em quadras de saibro desde julho de 2001 – data do título em Stuttgart (Alemanha). A 'gira latino-americana' da ATP ainda oferece duas chances para o brasileiro levantar uma taça no piso de terra batida: Buenos Aires e Costa do Sauípe.

Na estréia em Buenos Aires, considerado o torneio mais difícil da temporada sul-americana, Guga terá pela frente um adversário que ocupa a 57ª posição na Corrida e o 68º posto nas Entradas. O brasileiro venceu o único confronto que teve com o espanhol David Ferrer no circuito profissional: nas oitavas-de-final do Torneio de Acapulco (México), em 2003.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.


Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;