Fechar
Publicidade

Sexta-Feira, 22 de Janeiro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Cultura & Lazer

cultura@dgabc.com.br | 4435-8364

Sentimentalidade e vida

Divulgação Diário do Grande ABC - Notícias e informações do Grande ABC: Santo André, São Bernardo, São Caetano, Diadema, Mauá, Ribeirão Pires e Rio Grande da Serra

Luciane Mediato
Do Diário do Grande ABC

25/12/2011 | 07:00


A diferentes formas de amor inspiraram o EP 'Ao Vivo no Auditório Ibirapuera' da cantora Roberta Campos. O álbum, editado em formato digital, apresenta seis números do show baseado no disco 'Varrendo a Lua', de 2010. A coletânea está disponível gratuitamente para ouvir na internet em rádios on-line.

Além da inédita 'Porta Retrato' e a regravação 'Segue o Seco' - música de Carlinhos Brown, lançada por Marisa Monte no álbum 'Verde Amarelo Anil Cor-de-Rosa e Carvão' (1994) - o EP inclui registros das músicas 'Acabou', atual 'single' promocional da artista, De Janeiro a Janeiro, 'Mundo Inteiro' e 'Varrendo a Lua', que compõe a trilha da novela global 'Malhação'.

O lançamento encerra a turnê da compositora, que começou em 2010. "Estou comemorando tudo de bom que foi feito e colhido por meio do álbum. Ele também marca o início de outra fase, já que estou entrando em estúdio para gravar um disco", conta Roberta.

A artista, que não tem medo de expor as suas emoções e traz à tona os sentimentos mais intensos, está em processo criativo para as novas composições. "Busco inspirações em tudo que me rodeia. As pessoas, histórias, filmes, discos, livros e a natureza são ingredientes que me despertam."

Um exemplo dessa sensibilidade aflorada é a canção 'Sete Dias', que diz: "Me recorto em mil / Nosso trato não serviu/ Da esquina te vejo acenar /Me guardo em mim". A composição com certeza serve de trilha sonora para muitos apaixonados que têm os sentimentos guardados. 

'Porta Retrato' também traz melodia para o amor, só que de uma outra forma. "Escrevi essa canção quando estava em Brasília. Era noite e eu, apaixonada, sentia saudades. Peguei o violão e logo tinha a música pronta", revela.

Roberta é autora de quase todo o material que gravou e apresenta nos shows. Em 'Varrendo a Lua', das dez faixas, nove são dela (sendo duas em parceria), e só uma é regravação, 'Quem Sabe Isso Quer Dizer Amor', dos irmãos mineiros Lô e Márcio Borges. E a citação a esses dois ex-integrantes do lendário Clube da Esquina não foi à toa. Segundo a cantora: "Sempre escutei muito esse pessoal e cresci ouvindo os discos do grupo por influência de um tio. Foi ele que me despertou para a música. Lembro que o via cantando e tocando essas músicas e queria fazer aquilo também".

Mineira de Caetanópolis, Roberta estourou em 2004, quando se mudou para São Paulo e produziu sozinha o disco 'Para Aquelas Perguntas Tortas', de 2008. A parceria com Nando Reis na canção De Janeiro a Janeiro contribuiu para o sucesso.

Mais informações sobre 'Ao Vivo no Auditório Ibirapuera' estão no site da cantora (www.robertacamposoficial.com.br).



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Sentimentalidade e vida

Luciane Mediato
Do Diário do Grande ABC

25/12/2011 | 07:00


A diferentes formas de amor inspiraram o EP 'Ao Vivo no Auditório Ibirapuera' da cantora Roberta Campos. O álbum, editado em formato digital, apresenta seis números do show baseado no disco 'Varrendo a Lua', de 2010. A coletânea está disponível gratuitamente para ouvir na internet em rádios on-line.

Além da inédita 'Porta Retrato' e a regravação 'Segue o Seco' - música de Carlinhos Brown, lançada por Marisa Monte no álbum 'Verde Amarelo Anil Cor-de-Rosa e Carvão' (1994) - o EP inclui registros das músicas 'Acabou', atual 'single' promocional da artista, De Janeiro a Janeiro, 'Mundo Inteiro' e 'Varrendo a Lua', que compõe a trilha da novela global 'Malhação'.

O lançamento encerra a turnê da compositora, que começou em 2010. "Estou comemorando tudo de bom que foi feito e colhido por meio do álbum. Ele também marca o início de outra fase, já que estou entrando em estúdio para gravar um disco", conta Roberta.

A artista, que não tem medo de expor as suas emoções e traz à tona os sentimentos mais intensos, está em processo criativo para as novas composições. "Busco inspirações em tudo que me rodeia. As pessoas, histórias, filmes, discos, livros e a natureza são ingredientes que me despertam."

Um exemplo dessa sensibilidade aflorada é a canção 'Sete Dias', que diz: "Me recorto em mil / Nosso trato não serviu/ Da esquina te vejo acenar /Me guardo em mim". A composição com certeza serve de trilha sonora para muitos apaixonados que têm os sentimentos guardados. 

'Porta Retrato' também traz melodia para o amor, só que de uma outra forma. "Escrevi essa canção quando estava em Brasília. Era noite e eu, apaixonada, sentia saudades. Peguei o violão e logo tinha a música pronta", revela.

Roberta é autora de quase todo o material que gravou e apresenta nos shows. Em 'Varrendo a Lua', das dez faixas, nove são dela (sendo duas em parceria), e só uma é regravação, 'Quem Sabe Isso Quer Dizer Amor', dos irmãos mineiros Lô e Márcio Borges. E a citação a esses dois ex-integrantes do lendário Clube da Esquina não foi à toa. Segundo a cantora: "Sempre escutei muito esse pessoal e cresci ouvindo os discos do grupo por influência de um tio. Foi ele que me despertou para a música. Lembro que o via cantando e tocando essas músicas e queria fazer aquilo também".

Mineira de Caetanópolis, Roberta estourou em 2004, quando se mudou para São Paulo e produziu sozinha o disco 'Para Aquelas Perguntas Tortas', de 2008. A parceria com Nando Reis na canção De Janeiro a Janeiro contribuiu para o sucesso.

Mais informações sobre 'Ao Vivo no Auditório Ibirapuera' estão no site da cantora (www.robertacamposoficial.com.br).

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;