Fechar
Publicidade

Segunda-Feira, 16 de Dezembro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Política

politica@dgabc.com.br | 4435-8391

CPIs ouvem doleiro que teria trabalhado para o PT


Do Diário OnLine
Com Agências

19/09/2005 | 10:14


As CPMIs (Comissões Parlamentares Mistas de Inquérito) dos Correios e do Mensalão e a CPI (Comissão Parlamentar de Inquérito) dos Bingos realizarão reunião conjunta na terça-feira para ouvir o doleiro Antônio Oliveira Claramunt, o 'Toninho da Barcelona'. Ele cumpre pena de 25 anos na penitenciária de Avaré (SP) por evasão de divisas, entre outros crimes, e fez acusações sobre um suposto esquema para o envio de dinheiro do PT ao exterior.

Em agosto, integrantes da CPMI dos Correios ouviram o doleiro, que contou detalhes de operações financeiras do PT. Toninho disse que sabia de remessas feitas pelo ministro da Justiça, Márcio Thomaz Bastos, e pelo presidente do Banco Central, Henrique Meirelles. O doleiro afirmou ainda que o MTB Bank, de Nova Yorl, era a instituição usada para a lavagem de dinheiro.

Na mesma semana em que foi ouvido pela CPMI, Toninho da Barcelona deu entrevista por escrito à revista Veja dizendo que na campanha de 2002, o PT trocava quase diariamente quantias que variavam de US$ 30 mil a US$ 50 mil.

Desde agosto, os parlamentares de oposição na CPMI dos Correios têm insistido em ouvir o doleiro. O presidiário deve ser ouvido às 11h30.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

CPIs ouvem doleiro que teria trabalhado para o PT

Do Diário OnLine
Com Agências

19/09/2005 | 10:14


As CPMIs (Comissões Parlamentares Mistas de Inquérito) dos Correios e do Mensalão e a CPI (Comissão Parlamentar de Inquérito) dos Bingos realizarão reunião conjunta na terça-feira para ouvir o doleiro Antônio Oliveira Claramunt, o 'Toninho da Barcelona'. Ele cumpre pena de 25 anos na penitenciária de Avaré (SP) por evasão de divisas, entre outros crimes, e fez acusações sobre um suposto esquema para o envio de dinheiro do PT ao exterior.

Em agosto, integrantes da CPMI dos Correios ouviram o doleiro, que contou detalhes de operações financeiras do PT. Toninho disse que sabia de remessas feitas pelo ministro da Justiça, Márcio Thomaz Bastos, e pelo presidente do Banco Central, Henrique Meirelles. O doleiro afirmou ainda que o MTB Bank, de Nova Yorl, era a instituição usada para a lavagem de dinheiro.

Na mesma semana em que foi ouvido pela CPMI, Toninho da Barcelona deu entrevista por escrito à revista Veja dizendo que na campanha de 2002, o PT trocava quase diariamente quantias que variavam de US$ 30 mil a US$ 50 mil.

Desde agosto, os parlamentares de oposição na CPMI dos Correios têm insistido em ouvir o doleiro. O presidiário deve ser ouvido às 11h30.

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;