Fechar
Publicidade

Segunda-Feira, 16 de Dezembro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Setecidades

setecidades@dgabc.com.br | 4435-8319

Guarda encontra cinco tubarões queimados em terreno de Mauá


Adriana Ferraz
Do Diário do Grande ABC

18/08/2006 | 07:50


A Guarda Municipal de Mauá encontrou cinco espécies de tubarões queimados em um terreno na Vila Magini, ontem à tarde. Os animais foram identificados pela população do bairro que, desde a última terça-feira, reclama do mau cheiro. Segundo funcionários da fiscalização de postura da Secretaria Municipal de Serviços Urbanos, um processo de investigação – feito em conjunto com a Vigilância Sanitária e a Polícia Civil – será aberto para apurar se o caso é crime ambiental.

O aposentado Antonio Silvério, 54 anos, mora em frente ao terreno e conta que muitas pessoas usam o local para despejo de lixo. “Nunca imaginei, porém, que iriam jogar tubarões.” O chefe de Divisão da Zoonoses, Rogério Lopes, também comentou que a ocorrência é inusitada. “Normalmente, somos chamados para recolher outros tipos de animais, como cachorros, gatos e cobras. Tubarão é a primeira vez.”

Foi levantada a hipótese de que os peixes teriam sido usados em um trabalho de magia negra. Ao lado dos animais, havia uma garrafa de champanhe e um balde, onde os tubarões foram queimados.


Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Guarda encontra cinco tubarões queimados em terreno de Mauá

Adriana Ferraz
Do Diário do Grande ABC

18/08/2006 | 07:50


A Guarda Municipal de Mauá encontrou cinco espécies de tubarões queimados em um terreno na Vila Magini, ontem à tarde. Os animais foram identificados pela população do bairro que, desde a última terça-feira, reclama do mau cheiro. Segundo funcionários da fiscalização de postura da Secretaria Municipal de Serviços Urbanos, um processo de investigação – feito em conjunto com a Vigilância Sanitária e a Polícia Civil – será aberto para apurar se o caso é crime ambiental.

O aposentado Antonio Silvério, 54 anos, mora em frente ao terreno e conta que muitas pessoas usam o local para despejo de lixo. “Nunca imaginei, porém, que iriam jogar tubarões.” O chefe de Divisão da Zoonoses, Rogério Lopes, também comentou que a ocorrência é inusitada. “Normalmente, somos chamados para recolher outros tipos de animais, como cachorros, gatos e cobras. Tubarão é a primeira vez.”

Foi levantada a hipótese de que os peixes teriam sido usados em um trabalho de magia negra. Ao lado dos animais, havia uma garrafa de champanhe e um balde, onde os tubarões foram queimados.

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;