Fechar
Publicidade

Sexta-Feira, 5 de Junho

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Setecidades

setecidades@dgabc.com.br | 4435-8319

Zé de Mauá volta às ruas da cidade


Vivian Costa
Do Diário do Grande ABC

30/05/2009 | 07:10


O boneco Zé de Mauá, versão do Grande ABC do João Buracão - espantalho urbano que é usado para dar destaque a buracos em vias públicas - voltou ontem à Avenida Ayrton Senna da Silva, no Jardim Oratório, em Mauá. Mas, na próxima segunda-feira, o personagem estará na Avenida Papa João XXIII, no bairro de Sertãozinho. Segundo seu criador, João Lopes, 41 anos, o boneco começou a ser requisitado depois que a reportagem sobre ele saiu no Diário.

O Zé de Mauá estava sentado ontem em um banquinho, protegido por um guarda-chuva. Segundo Lopes, o espantalho urbano voltou às ruas depois que o Sama (Saneamento Básico do Município de Mauá) visitou o Jardim Oratório e tapou os buracos da via com terra.

"Enquanto não recapearem esta avenida de verdade, vamos continuar protestando. A Prefeitura tem que recapear esta e outras avenidas. Vivo aqui há 20 anos e a situação só tem piorado", reclama Lopes. "Estamos cansados de reclamar e não ser atendidos. Além dos buracos, a avenida precisa de sinalização e semáfaros."

MODA
O João Buracão, personagem que ganhou popularidade após ser colocado ao lado de buracos para chamar a atenção das autoridades, surgiu este ano no Rio de Janeiro.

O boneco é uma criação do jornal carioca Extra, que aproveitou a brincadeira de um grupo de moradores da cidade que protestava pelo fechamento dos buracos em sua rua. Agora, João Buracão aparece ao lado dos mais variados problemas viários. A cada dia surgem parentes, como o João Esgotão, especialista em buracos abertos para conserto das redes de coleta.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Zé de Mauá volta às ruas da cidade

Vivian Costa
Do Diário do Grande ABC

30/05/2009 | 07:10


O boneco Zé de Mauá, versão do Grande ABC do João Buracão - espantalho urbano que é usado para dar destaque a buracos em vias públicas - voltou ontem à Avenida Ayrton Senna da Silva, no Jardim Oratório, em Mauá. Mas, na próxima segunda-feira, o personagem estará na Avenida Papa João XXIII, no bairro de Sertãozinho. Segundo seu criador, João Lopes, 41 anos, o boneco começou a ser requisitado depois que a reportagem sobre ele saiu no Diário.

O Zé de Mauá estava sentado ontem em um banquinho, protegido por um guarda-chuva. Segundo Lopes, o espantalho urbano voltou às ruas depois que o Sama (Saneamento Básico do Município de Mauá) visitou o Jardim Oratório e tapou os buracos da via com terra.

"Enquanto não recapearem esta avenida de verdade, vamos continuar protestando. A Prefeitura tem que recapear esta e outras avenidas. Vivo aqui há 20 anos e a situação só tem piorado", reclama Lopes. "Estamos cansados de reclamar e não ser atendidos. Além dos buracos, a avenida precisa de sinalização e semáfaros."

MODA
O João Buracão, personagem que ganhou popularidade após ser colocado ao lado de buracos para chamar a atenção das autoridades, surgiu este ano no Rio de Janeiro.

O boneco é uma criação do jornal carioca Extra, que aproveitou a brincadeira de um grupo de moradores da cidade que protestava pelo fechamento dos buracos em sua rua. Agora, João Buracão aparece ao lado dos mais variados problemas viários. A cada dia surgem parentes, como o João Esgotão, especialista em buracos abertos para conserto das redes de coleta.

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;