Fechar
Publicidade

Domingo, 26 de Janeiro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Política

politica@dgabc.com.br | 4435-8391

Refis em Ribeirão atinge R$ 6,7 mi em renegociação

Foram 1.773 adesões de pessoas físicas e jurídicas; Prefeitura já recebeu R$ 1 milhão


Renan Matavelli
Especial para o Diário

05/11/2013 | 07:06


A Prefeitura de Ribeirão Pires atingiu R$ 6,7 milhões em dívidas renegociadas por meio do Refis (Programa de Refinanciamento Fiscal) com total de 1.773 adesões de pessoas físicas e jurídicas. Do montante, a Prefeitura já recebeu R$ 1 milhão.

O prefeito Saulo Benevides (PMDB) comemora as renegociações, que acarreta em aumento da arrecadação. “É um projeto que oferece uma ótima oportunidade de deixar a situação financeira em dia, com excelente negociação com isenção de juros de até 100%”, ressaltou o prefeito.

O programa beneficia contribuintes que tenham dívidas de impostos com a Prefeitura até dezembro de 2012. O Refis oferece descontos de até 100% de multa e juros relacionados aos débitos tributários como impostos IPTU (Imposto Predial e Territorial Urbana), ISS (Imposto sobre Serviço) e ITBI (Imposto sobre a Transmissão de Bens Imóveis), taxas e multas. Os débitos com desconto podem ser pagos à vista ou parcelados em até 48 vezes, sendo maior desconto quanto menor o número de parcelas.

Pessoas físicas e jurídicas com débitos até 31 de dezembro de 2012, inclusive protestados em cartório, podem aderir ao programa. Segundo informações da Prefeitura, há 859 contribuintes nessa situação. O projeto também está aberto a débitos com a Fazenda municipal com pendências em 2013.

A adesão deverá ser requerida até o dia 20 de dezembro diretamente na central de atendimento do Paço.

O projeto respeita a Lei de Responsabilidade Fiscal e as metas fiscais previstas na LDO (Lei de Diretrizes Orçamentárias) quanto à finalidade das receitas arrecadadas. A cidade hoje possui dívida ativa de R$ 60 milhões, com cerca de 15 mil contribuintes cadastrados.
 



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Refis em Ribeirão atinge R$ 6,7 mi em renegociação

Foram 1.773 adesões de pessoas físicas e jurídicas; Prefeitura já recebeu R$ 1 milhão

Renan Matavelli
Especial para o Diário

05/11/2013 | 07:06


A Prefeitura de Ribeirão Pires atingiu R$ 6,7 milhões em dívidas renegociadas por meio do Refis (Programa de Refinanciamento Fiscal) com total de 1.773 adesões de pessoas físicas e jurídicas. Do montante, a Prefeitura já recebeu R$ 1 milhão.

O prefeito Saulo Benevides (PMDB) comemora as renegociações, que acarreta em aumento da arrecadação. “É um projeto que oferece uma ótima oportunidade de deixar a situação financeira em dia, com excelente negociação com isenção de juros de até 100%”, ressaltou o prefeito.

O programa beneficia contribuintes que tenham dívidas de impostos com a Prefeitura até dezembro de 2012. O Refis oferece descontos de até 100% de multa e juros relacionados aos débitos tributários como impostos IPTU (Imposto Predial e Territorial Urbana), ISS (Imposto sobre Serviço) e ITBI (Imposto sobre a Transmissão de Bens Imóveis), taxas e multas. Os débitos com desconto podem ser pagos à vista ou parcelados em até 48 vezes, sendo maior desconto quanto menor o número de parcelas.

Pessoas físicas e jurídicas com débitos até 31 de dezembro de 2012, inclusive protestados em cartório, podem aderir ao programa. Segundo informações da Prefeitura, há 859 contribuintes nessa situação. O projeto também está aberto a débitos com a Fazenda municipal com pendências em 2013.

A adesão deverá ser requerida até o dia 20 de dezembro diretamente na central de atendimento do Paço.

O projeto respeita a Lei de Responsabilidade Fiscal e as metas fiscais previstas na LDO (Lei de Diretrizes Orçamentárias) quanto à finalidade das receitas arrecadadas. A cidade hoje possui dívida ativa de R$ 60 milhões, com cerca de 15 mil contribuintes cadastrados.
 

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;