Fechar
Publicidade

Segunda-Feira, 27 de Janeiro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Política

politica@dgabc.com.br | 4435-8391

Candidato vidente crê em Marina Silva

Postulante a deputado estadual diz ter o dom da premonição: ‘Se TRE-SP deixar, serei eleito’


Leandro Baldini
Do Diário do Grande ABC

18/08/2014 | 07:00


Em 2010, ele acertou ao prever que Dilma Rousseff (PT) venceria a eleição à Presidência, mas errou em apostar que Aloizio Mercadante (PT) derrotaria Geraldo Alckmin (PSDB) na disputa pelo governo de São Paulo. Quatro anos se passaram e José Tavares da Silva Filho, candidato a deputado estadual pelo PRP de Rio Grande da Serra e que garante ter o dom da premonição, volta a divulgar suas previsões. Desta vez, as visões indicam êxito de Marina Silva (PSB) a presidente do País e reeleição de Alckmin ao Estado.

“Será eleição que entrará para a história, por registrar grande renovação no quadro de eleitos”, enfatizou. Indagado se sua sensibilidade o havia traído, já que a eleição de Alckmin representa manutenção dos quadros e não a renovação propalada, Zé Tavares surpreende com outra revelação: “Infelizmente, o Alckmin terá problema de saúde, que o forçará a deixar o cargo. Não posso dizer de que maneira ocorrerá”, diz, mantendo suspense.

Mesmo ratificando ser detentor do dom visionário, o candidato vidente não consegue vislumbrar sobre o seu próprio futuro na eleição. “Minha candidatura precisa ser aprova pelo TRE-SP (Tribunal Regional Eleitoral de São Paulo). E isso ainda não sei se ocorrerá. Mas, se for aprovada, serei eleito”. Quatro anos atrás, quando também buscava cadeira na Assembleia Legislativa, havia sido mais modesto: disse que triunfo nas urnas era “incógnita”.

Por duas oportunidades nem mesmo sua dádiva sensibilizou o TRE-SP. Em 2010 e em 2012 (quando concorreu a uma cadeira de vereador em Rio Grande da Serra) seus registros eleitorais foram negados e ele teve de abandonar a campanha.

Empreiteiro, restaurador de obras e sem bens declarados à Justiça Eleitoral, Zé Tavares, 55 anos, garantiu que previu tragédias como tsunami, que devastou vários países asiáticos em 2004, e o ataque ao World Trade Centrer nos Estados Unidos, em 2001. Mais recentemente, antecipou a morte do presidenciável Eduardo Campos (PSB), vítima de trágico acidente aéreo na quarta-feira.

“Tenho visões constantes desde os 5 anos de idade. Tenho como obrigação alertar a todos sobre minhas revelações, no entanto, é difícil, pois muitos não acreditam. No caso do acidente do Eduardo Campos, tentei por meio do meu partido que ele fosse alertado, mas infelizmente não foi possível”, destacou. O PRP faz parte da coligação Unidos pelo Brasil, que tinha o socialista como protagonista.

Antes de pedir votos, Zé Tavares faz última previsão: o Brasil precisa fechar fronteiras para evitar que o vírus do Ebola se espalhe.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Candidato vidente crê em Marina Silva

Postulante a deputado estadual diz ter o dom da premonição: ‘Se TRE-SP deixar, serei eleito’

Leandro Baldini
Do Diário do Grande ABC

18/08/2014 | 07:00


Em 2010, ele acertou ao prever que Dilma Rousseff (PT) venceria a eleição à Presidência, mas errou em apostar que Aloizio Mercadante (PT) derrotaria Geraldo Alckmin (PSDB) na disputa pelo governo de São Paulo. Quatro anos se passaram e José Tavares da Silva Filho, candidato a deputado estadual pelo PRP de Rio Grande da Serra e que garante ter o dom da premonição, volta a divulgar suas previsões. Desta vez, as visões indicam êxito de Marina Silva (PSB) a presidente do País e reeleição de Alckmin ao Estado.

“Será eleição que entrará para a história, por registrar grande renovação no quadro de eleitos”, enfatizou. Indagado se sua sensibilidade o havia traído, já que a eleição de Alckmin representa manutenção dos quadros e não a renovação propalada, Zé Tavares surpreende com outra revelação: “Infelizmente, o Alckmin terá problema de saúde, que o forçará a deixar o cargo. Não posso dizer de que maneira ocorrerá”, diz, mantendo suspense.

Mesmo ratificando ser detentor do dom visionário, o candidato vidente não consegue vislumbrar sobre o seu próprio futuro na eleição. “Minha candidatura precisa ser aprova pelo TRE-SP (Tribunal Regional Eleitoral de São Paulo). E isso ainda não sei se ocorrerá. Mas, se for aprovada, serei eleito”. Quatro anos atrás, quando também buscava cadeira na Assembleia Legislativa, havia sido mais modesto: disse que triunfo nas urnas era “incógnita”.

Por duas oportunidades nem mesmo sua dádiva sensibilizou o TRE-SP. Em 2010 e em 2012 (quando concorreu a uma cadeira de vereador em Rio Grande da Serra) seus registros eleitorais foram negados e ele teve de abandonar a campanha.

Empreiteiro, restaurador de obras e sem bens declarados à Justiça Eleitoral, Zé Tavares, 55 anos, garantiu que previu tragédias como tsunami, que devastou vários países asiáticos em 2004, e o ataque ao World Trade Centrer nos Estados Unidos, em 2001. Mais recentemente, antecipou a morte do presidenciável Eduardo Campos (PSB), vítima de trágico acidente aéreo na quarta-feira.

“Tenho visões constantes desde os 5 anos de idade. Tenho como obrigação alertar a todos sobre minhas revelações, no entanto, é difícil, pois muitos não acreditam. No caso do acidente do Eduardo Campos, tentei por meio do meu partido que ele fosse alertado, mas infelizmente não foi possível”, destacou. O PRP faz parte da coligação Unidos pelo Brasil, que tinha o socialista como protagonista.

Antes de pedir votos, Zé Tavares faz última previsão: o Brasil precisa fechar fronteiras para evitar que o vírus do Ebola se espalhe.

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;