Fechar
Publicidade

Segunda-Feira, 9 de Dezembro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Política

politica@dgabc.com.br | 4435-8391

Rival de Donisete se coloca na disputa pela presidência do PT


Gustavo Pinchiaro
Do Diário do Grande ABC

10/05/2014 | 07:00


Depois de o prefeito de Mauá, Donisete Braga, ter dito que pretende indicar o presidente do PT local – para manter acordo firmado na eleição interna de novembro –, a corrente POP (Participação e Organização Popular) colocou o nome de Marcos Ahler na disputa pela sucessão da presidente Sonia Rodrigues, que morreu dia 18 de março. O grupo foi o único do diretório a discordar da composição da chapa vitoriosa e defendeu o nome de Reginaldo Che no pleito.

Com o nome na disputa, Ahler disse que não descarta nenhuma aliança interna e que vai dialogar com a presidente interina, Cida Maia, que integra o grupo de Paulo Eugenio Pereira Júnior. “Entendemos que o próximo presidente deve ser um dos 36 integrantes do diretório. Colocamos o meu nome à disposição do partido e vamos articular, conversar e buscar uma composição”, disse Ahler.

A corrente também se posicionou contra a possibilidade ventilada pelo governo de promover nova eleição e manter a mesma chapa, apenas substituindo o nome de Sonia pelo do secretário de Relações Institucionais, Rômulo Fernandes, que é homem de confiança do prefeito. “Milhares de filiados compareceram às urnas em novembro para eleger esse diretório. Devemos respeitar o resultado.”



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Rival de Donisete se coloca na disputa pela presidência do PT

Gustavo Pinchiaro
Do Diário do Grande ABC

10/05/2014 | 07:00


Depois de o prefeito de Mauá, Donisete Braga, ter dito que pretende indicar o presidente do PT local – para manter acordo firmado na eleição interna de novembro –, a corrente POP (Participação e Organização Popular) colocou o nome de Marcos Ahler na disputa pela sucessão da presidente Sonia Rodrigues, que morreu dia 18 de março. O grupo foi o único do diretório a discordar da composição da chapa vitoriosa e defendeu o nome de Reginaldo Che no pleito.

Com o nome na disputa, Ahler disse que não descarta nenhuma aliança interna e que vai dialogar com a presidente interina, Cida Maia, que integra o grupo de Paulo Eugenio Pereira Júnior. “Entendemos que o próximo presidente deve ser um dos 36 integrantes do diretório. Colocamos o meu nome à disposição do partido e vamos articular, conversar e buscar uma composição”, disse Ahler.

A corrente também se posicionou contra a possibilidade ventilada pelo governo de promover nova eleição e manter a mesma chapa, apenas substituindo o nome de Sonia pelo do secretário de Relações Institucionais, Rômulo Fernandes, que é homem de confiança do prefeito. “Milhares de filiados compareceram às urnas em novembro para eleger esse diretório. Devemos respeitar o resultado.”

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;