Fechar
Publicidade

Terça-Feira, 28 de Janeiro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Setecidades

setecidades@dgabc.com.br | 4435-8319

Cabo da PM é morto a tiros durante tentativa de assalto

Policial estava à paisana indo buscar filho quando teria reagido a tentativa de assalto no Jd.Ruyce


Rafael Ribeiro
Do Diário do Grande ABC

10/01/2014 | 07:00


 O cabo da PM (Polícia Militar) João Ferreira Lemos Filho, 39 anos, morreu baleado na manhã de ontem na Avenida Dona Ruyce Ferraz Alvim, no Jardim Ruyce, em Diadema. A principal suspeita da investigação do 4º DP (Eldorado) da cidade, responsável pela apuração dos fatos, é que o policial reagiu a tentativa de assalto.

Segundo o registro da ocorrência, Lemos saiu de casa com sua moto ainda de madrugada, em São Bernardo, alegando que iria aproveitar para resolver alguns problemas particulares e depois pegar a filha em uma escola no bairro Serraria.

O cabo trabalhava no 24º Batalhão, que atende Diadema, e foi baleado no rosto, ombro esquerdo e lado direito do abdômen.

O único bem levado pelos suspeito foi a pistola calibre ponto 40, arma de trabalho do policial. Uma mochila com itens como o laptop foi deixada, assim como a Yamaha Fazer YS250 roxa que ele pilotava.

O enterro acontecerá na manhã hoje, no Cemitério Jardim da Colina, no Jardim Petroni, em São Bernardo.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Cabo da PM é morto a tiros durante tentativa de assalto

Policial estava à paisana indo buscar filho quando teria reagido a tentativa de assalto no Jd.Ruyce

Rafael Ribeiro
Do Diário do Grande ABC

10/01/2014 | 07:00


 O cabo da PM (Polícia Militar) João Ferreira Lemos Filho, 39 anos, morreu baleado na manhã de ontem na Avenida Dona Ruyce Ferraz Alvim, no Jardim Ruyce, em Diadema. A principal suspeita da investigação do 4º DP (Eldorado) da cidade, responsável pela apuração dos fatos, é que o policial reagiu a tentativa de assalto.

Segundo o registro da ocorrência, Lemos saiu de casa com sua moto ainda de madrugada, em São Bernardo, alegando que iria aproveitar para resolver alguns problemas particulares e depois pegar a filha em uma escola no bairro Serraria.

O cabo trabalhava no 24º Batalhão, que atende Diadema, e foi baleado no rosto, ombro esquerdo e lado direito do abdômen.

O único bem levado pelos suspeito foi a pistola calibre ponto 40, arma de trabalho do policial. Uma mochila com itens como o laptop foi deixada, assim como a Yamaha Fazer YS250 roxa que ele pilotava.

O enterro acontecerá na manhã hoje, no Cemitério Jardim da Colina, no Jardim Petroni, em São Bernardo.

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;